Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Lisboa: Falso PJ simulou investigação para entrar em casa e violar vítima

Suspeito foi apanhado em flagrante delito pela Polícia de Segurança Pública. Após primeiro interrogatório judicial foi-lhe decretada prisão preventiva.

Lisboa: Falso PJ simulou investigação para entrar em casa e violar vítima

O Comando Metropolitano de Lisboa deteve no sábado passado, dia 5 de outubro, na freguesia de Benfica, em Lisboa, um homem de 56 anos de idade, por ser suspeito da prática dos crimes de violação, falsificação de documentos e posse de arma proibida.

A Polícia apurou que o suspeito se fez passar por inspetor da Polícia Judiciária (PJ). Usando mandados de busca a apreensão falsos, o homem simulou uma investigação para aceder ao interior da residência. Uma vez lá, ameaçou a vítima com arma de fogo para a obrigar à prática sexual, dá conta a PSP em comunicado. 

Surpreendido em flagrante delito pela PSP, os gentes constataram que o suspeito tinha na sua posse vários documentos falsificados, idênticos aos documentos formais e em uso nas Polícias, uma capa com símbolo do Exército, uma carteira profissional falsificada da Polícia Judiciária, bem como telemóveis, pen-drive, computador e uma arma de fogo com munições que foram apreendidos.

A vítima foi transportada ao Hospital de Santa Maria para os exames complementares de diagnóstico. 

O detido foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa – Juízo de Instrução de Lisboa, para primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório