Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Presidente Marcelo chama partidos a Belém já na próxima terça-feira

Numa curta mensagem publicada no site da Presidência da República, o Presidente Marcelo "saúda todos os candidatos" e avisa que já na próxima terça-feira serão chamados a Belém.

Presidente Marcelo chama partidos a Belém já na próxima terça-feira

Logo após serem apurados os resultados eleitorais, o Presidente da República publicou uma curta nota no site da Presidência para saudar o ato eleitoral desta noite de 6 de outubro.

Começando por "cumprimenta todos os cidadãos que exerceram o seu direito de voto", o chefe de Estado elogia "a forma cívica como decorreram as eleições para a Assembleia da República, demonstração inequívoca do verdadeiro espírito democrático do Povo Português".

Ainda assim, sublinha Marcelo, e apesar de respeitar "as razões que possam ter levado muitos cidadãos a não votar", o Presidente "espera que tudo possa ser feito, no futuro, para criar condições que permitam que eles reconheçam a importância do seu voto no futuro de Portugal".

Depois, uma saudação é dirigida a "todos os candidatos que concorreram a estas eleições", em particular, pode ler-se, "os que foram eleitos deputados para a Assembleia da República" e que são do PS, PSD, Bloco de Esquerda, PCP, Verdes, CDS, PAN e dos estreantes Iniciativa Liberal, Livre e Chega.

O Presidente Marcelo lembra que "se realiza a 17 e 18 de outubro um importante Conselho Europeu, nomeadamente por causa do Brexit", por isso na próxima terça-feira, dia 8 de outubro, os partidos políticos que esta noite conquistaram representação parlamentar (dez, no total) serão ouvidos, "em audiência" em Belém, "tendo em vista a indigitação do primeiro-ministro".

O PS venceu as legislativas deste domingo, sem maioria absoluta, seguindo-se PSD, Bloco de Esquerda, CDU (PCP/PEV), CDS-PP e PAN. Chega, Iniciativa Liberal e Livre elegeram pela primeira vez deputados nestas eleições, em que, pelas 00h30 desta segunda-feira, estavam apuradas todas as freguesias do território nacional, faltando contabilizar apenas votos dos círculos da emigração.

O artigo 187.ª da Constituição da República Portuguesa estabelece que "o primeiro-ministro é nomeado pelo Presidente da República, ouvidos os partidos representados na Assembleia da República e tendo em conta os resultados eleitorais".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório