Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

PJ detém suspeito de atear incêndio no Parque Florestal de Monsanto

Fogo queimou 20 mil m2 de arvoredo e mato.

PJ detém suspeito de atear incêndio no Parque Florestal de Monsanto

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 46 anos, por fortes indícios da prática de um crime de incêndio florestal, no Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa.

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a PJ revela que os factos foram cometidos no passado fim-de-semana, “tendo o incêndio colocado em risco o Parque Florestal de Monsanto, várias construções e habitações do Bairro do Alvito”.

Só a pronta atuação dos bombeiros evitou que o fogo se propagasse ainda mais. Apesar disso, arderam cerca de 20 mil m2 de arvoredo e mato, bem como algumas barracas devolutas.

O presumível autor é, conta a PJ, igualmente suspeito do cometimento de outro incêndio, ocorrido na mesma zona, o qual atingiu uma edificação de madeira e colocou, também, em risco uma mancha florestal.

Ao ser presente a tribunal, para primeiro interrogatório judicial, o homem ficou sujeito à medida de coação de apresentações periódicas numa esquadra.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório