Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Presidente apresenta "sentidas condolências" à família de militar morto

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apresentou "as mais sentidas condolências" à família do militar que morreu hoje, na Base Aérea n.º11, em Beja, devido a uma falha na abertura do paraquedas.

Presidente apresenta "sentidas condolências" à família de militar morto

"Foi com enorme consternação que tomei conhecimento do falecimento de um militar do Regimento de Paraquedistas. Associo-me a este grande desgosto, apresentando as minhas mais sentidas condolências aos familiares deste militar do Exército, que pereceu ao serviço de Portugal", pode ler-se numa nota de Marcelo Rebelo Sousa no 'site' da Presidência.

Um militar paraquedista português, de 34 anos, morreu hoje na Base Aérea n.º 11, em Beja, durante a execução de um salto de queda livre e após o sistema de paraquedas não ter funcionado devidamente, anunciou o Exército.

"Quero igualmente manifestar o meu pesar e solidariedade a todos aqueles que sentem com maior dor a perda súbita deste seu camarada e amigo, em particular todos os Paraquedistas", conclui a nota do Presidente da República, também Comandante Supremo das Forças Armadas.

O acidente ocorreu às 9h40 e o militar do Exército Português estava a participar no exercício multinacional "Real Thaw 2019", que decorre desde o dia 22 deste mês e até dia 04 de outubro, a partir da Base Aérea n.º 11, e inclui operações em vários pontos de Portugal.

"Durante a execução de um salto de queda livre operacional, o sistema de paraquedas não funcionou devidamente, tendo resultado na queda do militar dentro do perímetro da Base Aérea n.º 11", explica o Exército, em comunicado enviado à agência Lusa.

Após a queda do militar, "foram acionados os procedimentos de emergência médica", indica Exército, referindo que está a realizar o processo de averiguações para apurar todas as circunstâncias em que ocorreu o acidente.

O Exército lamentou a morte do militar e referiu que já apresentou as "mais sentidas condolências" e acionou o apoio psicológico à família.

O "Real Thaw 2019" envolve meios e militares da Força Aérea, da Marinha e do Exército de Portugal, das forças aéreas de Espanha, França e Estados Unidos da América e da NATO, num total de 600 militares e 21 aeronaves.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório