Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Madeirense condenado a dois anos de prisão por aliciar menores em Jersey

Jovem, de 25 anos, vai ser deportado para a ilha da Madeira.

Madeirense condenado a dois anos de prisão por aliciar menores em Jersey

Um madeirense de 25 anos foi, esta sexta-feira, condenado a dois anos e seis meses de prisão por ter enviado mensagens "indecentes" a raparigas menores da ilha de Jersey.

Além da pena de prisão efetiva, nos próximos seis anos, o nome de Miguel Freitas fará parte de um registo de agressores sexuais e tem uma ordem de restrição que o proíbe de se aproximar de menores.

O jovem, que emigrou para Jersey em 2017, vai  ser deportado para a Madeira depois de cumprir a pena.

De acordo com a página de Facebook 'Unknown Jersey', que se dedica à exposição de agressores sexuais, em outubro de 2018, Miguel foi detido depois de conversar "virtualmente" com uma menina de 13 anos, que na verdade era um perfil falso criado pelas autoridades para apanhar predadores sexuais.

Mas não parou por aqui. Quando estava sob fiança, no passado mês de fevereiro, Miguel enviou mensagens e imagens "indecentes", segundo o 'Unknown Jersey', para uma menina de 12 anos com o objetivo de obter "uma gratificação sexual".

Além destes crimes, o madeirense foi detido "embriagado", depois de ter ameaçado a namorada grávida e de ter entrado "em confronto" com as autoridades.

Em tribunal, os juízes justificaram a pena de prisão efetiva com o perigo que Miguel representa para a população em geral e até para o próprio filho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório