Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Carro, transportes ou a pé: Como vão os alunos portugueses para a escola?

Os resultados do inquérito Observador Cetelem Regresso às Aulas foram tornados públicos esta terça-feira. De notar as diferenças entre as respostas dadas por encarregados de educação que têm os filhos a estudar em escolas públicas e por aqueles cujos educandos frequentam o ensino privado.

Carro, transportes ou a pé: Como vão os alunos portugueses para a escola?

Na semana em que arranca o ano letivo 2019/2020 assinala-se também a Semana Europeia da Mobilidade que, este ano, tem como tema ‘Caminhar e Pedalar em Segurança’.

A este propósito, o Observador Cetelem Regresso às Aulas 2019 levou a cabo um inquérito com o intuito de saber como é que os estudantes portugueses se dirigem às escolas.

Assim, foi possível concluir que 47% dos encarregados de educação garantiram que os estudantes a seu cargo vão para as escolas de carro com a família, enquanto 34% fazem as deslocações a pé. Os transportes públicos surgem como terceira opção (27%), seguidos dos transportes contratados (5%) e das motas/scooters (1%).

As conclusões do inquérito enviadas à redação do Notícias ao Minuto permitem esclarecer que “há mais estudantes que se deslocam de carro com a família entre os que estão no ensino pré-escolar e no 1.º Ciclo (68% e 62%, respetivamente)”.

No que diz respeito ao 2.º Ciclo, 44% dos estudantes deslocam-se para as instituições de ensino a pé, enquanto 42% o fazem de carro com a família. Já no 3.º Ciclo “há uma maior repartição entre estudantes que vão de carro (38%), de transportes públicos (36%) e a pé (34%), enquanto no ensino secundário os transportes públicos são os mais utilizados para a deslocação (45%), seguidos das caminhadas (38%)”.

Analisando estes números à luz do tipo de ensino, constata-se que a deslocação de carro com a família é relevante (43%) para os alunos do ensino público, mas representa  praticamente metade dos que frequentam o ensino privado (84%).

Por fim, de frisar que apenas 10% dos alunos do ensino privado vão para a escola a pé ou de transportes públicos, contra os 36 e os 28%, respetivamente, os alunos do ensino público.

Em termos geográficos, o estudo concluiu que o automóvel é o meio mais utilizado no Grande Porto e na Grande Lisboa (53%) e também no Centro (48%). Por outro lado, a zona Norte há um maior equilíbrio entre opções, com 38% de preferências pelo carro, 35% transportes públicos e 34% pela ida a pé”. Já a Sul, a ida de carro (47%) e as caminhadas (44%) são as principais opções.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório