Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Recluso morre depois de incendiar colchão e roupas na prisão de Lisboa

Foi aberto um inquérito para apurar as possíveis motivações da ocorrência.

Recluso morre depois de incendiar colchão e roupas na prisão de Lisboa

Um recluso com cerca de 30 anos morreu no Estabelecimento Prisional de Lisboa, depois de um incêndio causado pelo próprio na sua cela, confirmou ao Notícias ao Minuto fonte oficial da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

De acordo com a mesma fonte, eram cerca das 19h50 horas de ontem, terça-feira, quando um recluso da Ala E do Estabelecimento Prisional de Lisboa incendiou o colchão da sua cela, bem como algumas roupas pessoais.

“O foco de incêndio foi imediatamente detetado pelos elementos da guarda prisional presentes que, com os meios próprios do estabelecimento, o extinguiram, tendo retirado o recluso da cela, não obstante a resistência que o mesmo a tal colocou", conta a DGRSP

A vítima foi "imediatamente" assistida por elementos dos serviços clínicos do Estabelecimento Prisional, tendo também sido acionado o INEM que observou e transportou o ferido para hospital do Serviço Nacional de Saúde, onde, veio a morrer pela 1h15 horas desta madrugada. 

O gabinete refere ainda que a ocorrência foi comunicada às entidades judiciais competentes e que o corpo será autopsiado.

Internamente, acrescenta, estão em curso diligências para apurar as possíveis motivações da ocorrência, tendo sido ordenada a abertura de inquérito a cargo da inspetora coordenador do Serviço de Auditoria e Inspeção (Sul) desta Direção Geralque é Juíza de Direito.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório