Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2020
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Governo saúda Tolentino de Mendonça por nomeação como cardeal

O primeiro-ministro, António Costa, saudou hoje a nomeação de José Tolentino de Mendonça como cardeal pelo papa Francisco, classificando o português como "um dos mais qualificados vultos da Igreja".

Governo saúda Tolentino de Mendonça por nomeação como cardeal
Notícias ao Minuto

20:41 - 01/09/19 por Lusa

País Tolentino de Mendonça

"Saudamos a designação de D. José Tolentino de Mendonça como cardeal. Trata-se de um dos mais qualificados vultos da Igreja e de uma personalidade cimeira da cultura portuguesa. É também um dos melhores pensadores sobre o potencial da nossa Diáspora", afirmou António Costa, numa mensagem publicada na rede social Twitter.

Horas antes, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que a nomeação de Tolentino de Mendonça como cardeal traduz o "reconhecimento de uma personalidade ímpar", assim como a presença da Igreja Católica na sociedade portuguesa.

"O Presidente da República manifesta o mais profundo jubilo pela elevação do senhor Dom José Tolentino de Mendonça ao cardinalato, traduzindo o reconhecimento de uma personalidade ímpar, assim como da presença da Igreja Católica na nossa sociedade, o que muito prestigia Portugal", lê-se numa nota publicada na página da internet da Presidência da República.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinha ainda a "excecional relevância" de Tolentino de Mendonça como "filósofo, pensador, escritor, professor e humanista", recordando que o convidou para presidir às comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em 2020.

De acordo com a mesma nota, o Presidente da República adianta que tenciona estar presente na cerimónia de imposição do barrete cardinalício.

O papa Francisco anunciou hoje, após o angelus, que o arcebispo português Tolentino de Mendonça vai ser nomeado cardeal em 05 de outubro, data em que está marcado o consistório para a criação dos novos cardeais.

O madeirense de 53 anos, torna-se no segundo membro mais jovem do colégio cardinalício, após o cardeal da República Centro-Africana Dieudonné Nzapalainga, de 52 anos.

Em 26 de junho de 2018, o vice-reitor da Universidade Católica e diretor da Faculdade de Teologia, José Tolentino de Mendonça, foi indigitado como arquivista e bibliotecário do Vaticano, cargo para o qual lhe foi atribuído o título de arcebispo.

Tolentino de Mendonça ficou a tutelar a mais antiga biblioteca do mundo, substituindo Jean-Louis Bruguès, que assumiu o cargo em 2012.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório