Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Ninho de vespa asiática fecha jardins da Quinta das Conchas no Lumiar

Jardins das Quintas das Conchas e dos Lilases, na freguesia do Lumiar foram encerrados na manhã desta sexta-feira e ainda não há previsão de abertura.

Ninho de vespa asiática fecha jardins da Quinta das Conchas no Lumiar

Os jardins das Quintas das Conchas e dos Lilases, na freguesia do Lumiar, em Lisboa foram encerrados, na manhã desta sexta-feira, depois de ser encontrado um ninho de vespa asiática.

"Os jardins das Quintas das Conchas e dos Lilases estão encerrados ao público durante o dia de hoje, 30 de agosto, para trabalhos de limpeza e monitorização. Ontem, foi encontrado um ninho de vespas asiáticas, numa das árvores, que foi devidamente eliminado durante a noite", disse fonte da Câmara Municipal de Lisboa (CML) ao Notícias ao Minuto.

Os jardins serão reabertos logo que a CML receba o relatório final que confirme estarem asseguradas todas as condições para a sua utilização.

Já esta semana, a GNR tinha localizado e destruído um ninho de vespas asiáticas, na localidade de Ameal, em Torres  Vedras. 

Neste caso, o ninho encontrava-se num telheiro, no interior do pátio de uma habitação, a cerca de 2,20 metros do solo. 

O ninho foi destruído através de intervenção química (feromonas) e com recurso a sistemas mecânicos para injeção no ninho (cana de carbono).

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a GNR recordava que a vespa velutina "é uma espécie não indígena, predadora natural das abelhas e outros insetos, o que pode, eventualmente, originar a médio prazo impactos significativos na biodiversidade, em particular nas espécies de vespas nativas e nas populações de outros insetos, representando um risco para a apicultura, para a produção agrícola e para o ambiente, tendo por todos estes riscos, sido classificada, em julho de 2016, como espécie exótica invasora de preocupação para a União Europeia".

Caso detete a existência de um ninho ou de exemplares de vespa velutina, a GNR apela que comunique a existência do mesmo  através da linha SOS Ambiente e Território (808 200 520). Neste caso o observador será informado do procedimento a seguir para a efetiva comunicação da suspeita;

As autoridades pedem ainda que seja inserida a georreferenciação online do ninho ou dos exemplares de vespa e preenchimento online de um formulário com informação sobre os mesmos, disponível no site da SOS Vespa, acessível a partir dos portais da Direção Geral de Veterinária e Alimentação, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, das Direções Regionais de Agricultura e Pescas, do SEPNA/Guarda Nacional Republicana e das Câmaras Municipais respetivas.

Leia Também: Idoso morre picado por inseto. É a segunda morte do género em Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório