Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2019
Tempo
28º
MIN 23º MÁX 32º

Edição

Lançado concurso para construção do novo Hospital Central do Alentejo

O concurso público internacional para a empreitada de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, num investimento superior a 150 milhões de euros, foi lançado hoje pela Administração Regional de Saúde (ARS).

Lançado concurso para construção do novo Hospital Central do Alentejo
Notícias ao Minuto

11:29 - 14/08/19 por Lusa

País ARS

Segundo o anúncio do concurso, publicado hoje em Diário da República (DR), o valor do preço base para a "realização dos trabalhos, prestações de serviço e fornecimentos para a empreitada de construção do novo hospital" é de 150.421.727 euros.

O novo Hospital Central do Alentejo, a construir na periferia da cidade de Évora, deverá entrar em funcionamento até dezembro de 2023.

A futura unidade hospitalar vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo, com uma área de influência de primeira linha que abrange cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

O prazo de execução da obra é de 1.095 dias, ou seja, três anos, e a data limite para a apresentação de propostas é de 90 dias, segundo o anúncio hoje publicado em DR.

O lançamento do concurso público internacional seguiu-se à publicação em DR, na passada sexta-feira, de uma resolução do Conselho de Ministros que autoriza a ARS do Alentejo a realizar despesa com a construção do novo hospital.

Segundo a resolução, aprovada na reunião do Conselho de Ministro de 25 de julho deste ano, a autorização refere-se à "despesa relativa à celebração do contrato de empreitada de obra pública para a construção do novo Hospital Central do Alentejo".

O valor que a ARS do Alentejo está autorizada a gastar com o projeto ascende a 150 milhões de euros, a que "acresce o imposto sobre o valor acrescentado (IVA) à taxa legal em vigor", que, neste caso, é de 23%.

No dia em que o Governo deu "luz verde" para a realização de despesa, a ARS do Alentejo indicou, em comunicado, que o novo Hospital Central do Alentejo entrará em funcionamento até dezembro de 2023.

O montante máximo fixado de 150 milhões de euros "é financiado em 40 milhões de euros por fundos europeus", fixou a resolução, indicando que, com a entrada em funcionamento da nova unidade, o atual edifício do Hospital do Espírito Santo de Évora "deixa de estar afeto à sua atividade, devendo esta entidade fazer cessar todos os instrumentos jurídicos que sustentam a ocupação dos imóveis".

O Hospital Central do Alentejo vai ter um edifício que ocupará uma área de 1,9 hectares e que terá uma lotação de 351 camas em quartos individuais, que pode ser aumentada, em caso de necessidade, até 487 camas.

infraestrutura contará com 11 blocos operatórios, três dos quais para atividade convencional, seis para atividade de ambulatório e dois para atividade de urgência, cinco postos de pré-operatório e 43 postos de recobro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório