Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

GNR paga milhões a militares que estão em casa

Entre 2009 e 2013, o número de militares na reserva aumentou de 1.982 para 6.570, cabendo à GNR o pagamento destas pensões, avaliadas no total em 127 milhões de euros por ano. Os números foram avançados pelo Ministério da Administração Interna que expressa alguma preocupação com o excesso de militarem em casa e a falta de militares no activo, escreve o Diário de Notícias.

GNR paga milhões a militares que estão em casa

Nos últimos quatro anos (de 2009 a 2013) o número de militares em casa aumentou de 1.982 para 6.570, e, neste momento, cabe à GNR o pagamento das pensões destes mais de seis mil militares que estão em casa. No total, esta força de segurança gasta do seu orçamento 127 milhões de euros por ano. Para já, ainda estão congelados 700 pedidos para a reserva.

Estes valores, somados à falta de agentes, preocupam o Governo que, sabe o Diário de Notícias, tem encontrado “alguma resistência” por parte da GNR em chamar ao activo os militares que se encontram em casa.

Os militares da GNR passam automaticamente à reserva assim que atinjam os 55 anos ou os 36 anos de carreira. Contudo, desde 2008 que se tem verificado uma acentuada redução no efectivo que, a somar à corrida à reserva, diminui o número de militares no activo.

De modo a combater esta escassez, escreve o jornal, o ministério de Miguel Macedo tem em mente a redução de cinco para dois anos o período de reserva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório