Meteorologia

  • 19 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Megaoperação da GNR: 13 pessoas detidas por assaltos a idosos

Suspeitos faziam passar-se por enfermeiros para roubar e furtar idosos, um pouco por todo o país.

Megaoperação da GNR: 13 pessoas detidas por assaltos a idosos

A GNR deteve 13 pessoas, na manhã desta terça-feira, durante uma megaoperação que está a decorrer na área metropolitana de Lisboa e Setúbal com o objetivo de desmantelar uma rede que se dedicava ao assalto a idosos, um pouco por todo o país. Os suspeitos faziam-se passar por enfermeiros e assistentes sociais para conseguirem efetuar os roubos e furtos.

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, esta força de segurança adiantou que foi dado cumprimento a 42 mandados, dos quais 26 em residências e em veículos e 16 de detenção. Até ao momento, foram detidas 13 pessoas, mas o número pode aumentar ao longo do dia.

A GNR revela ainda que os suspeitos selecionavam as vítimas, maioritariamente idosos vulneráveis, residentes na zona interior do país, e, através de manobras de distração, entravam nas residências destas, das quais furtavam ouro e dinheiro, recorrendo à violência sempre que ofereciam resistência.

Contam os militares que os assaltantes faziam-se passar por empregadas de limpeza a mando da paróquia local e por assistentes sociais do centro de saúde contratados para auxiliar os idosos a tomar a medicação. Depois, pediam copos de água porque se sentiam mal ou canetas para deixar recados a vizinhos e aproveitavam para cometer os crimes. Para não serem detetados, alternavam com frequência de viaturas de aluguer.

Ao longo de dois anos de investigação, o grupo fez 30 vítimas, tendo-lhes sido subtraídos bens num valor superior a 100 mil euros.

Os detidos serão presentes, no dia 27 de junho, ao Tribunal Judicial de Sintra para 1.º interrogatório e aplicação de medidas de coação.

A operação começou às 7h00,  envolve 275 elementos das Forças de Segurança, entre militares da GNR, nomeadamente da Unidade de Intervenção, da Direção de Investigação Criminal, do Grupo de Intervenção de Ordem Pública e dos Comandos Territoriais de Leiria, Lisboa, Santarém e Setúbal, e elementos da Polícia de Segurança Pública, e ainda não terminou. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório