Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Lisboa. Acupuntura causa colapso de pulmão a mulher de 79 anos

A mulher teve alta após o tratamento hospitalar. Caso aconteceu no Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Central.

Lisboa. Acupuntura causa colapso de pulmão a mulher de 79 anos

A acupuntura é apontada como a causa do colapso de um pulmão de uma mulher de 79 anos. A situação ocorreu Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Central e foi descrita pelos médicos numa plataforma científica internacional. 

A idosa decidiu recorrer às técnicas da terapia milenar chinesa devido às constantes dores de costas que sofria. Na altura em que realizou o tratamento, a mulher sentiu uma dor aguda no ombro direito quando as agulhas foram inseridas na área interescapular - termo usado para designar a zona entre as omoplatas.

Perante a persistência da dor, a doente recorreu ao médico que, através de uma radiografia ao tórax, identificou um pneumotórax no lado direito - presença de ar na cavidade pleural. E a causa é atribuída às agulhas utilizadas na acupuntura. De acordo com o relato dos médicos responsáveis pelo caso na plataforma científica BMJ Case Reports, "apesar de raro, o pneumotórax é a complicação grave mais comum descrita na acupuntura".

O caso foi descrito na plataforma científica em maio e foi agora destacado na imprensa internacional. O Daily Mail, que teve acesso ao relatório, cita ainda a equipa médica, de acordo com a qual "a profundidade, a direção e o ângulo de inserção da agulha, especialmente na região do peito, são cruciais [na acupuntura]. A superfície do pulmão é de 10 a 20 mm abaixo da pele".

A paciente, já em ambiente hospitalar, foi submetida a um procedimento que consiste na introdução de um tubo torácico direito, que aliviou os sintomas e ajudou o pulmão a expandir. No segundo dia de internamento, o dreno foi retirado e a paciente teve alta no terceiro dia.

Para a equipa de médicos liderados por Sofia Costa Corado, "tanto os acupunturistas quanto os clínicos precisam de estar cientes da possibilidade de eventos adversos após a acupuntura, especialmente naqueles que desenvolvem sintomas".

O meio de comunicação britânico cita ainda o médico Nick Hopkinson, da British Lung Foundation, de acordo com o qual os incidentes na sequência de tratamentos de acupuntura são raros, mas já foi relatada uma fatalidade.

"Um risco reconhecido de acupuntura é que as agulhas podem perfurar o revestimento ao redor do pulmão", revelou, acrescentando que isso "pode ser fatal". O especialista aconselha as pessoas "evitarem a acupuntura na zona do peito".

Um estudo alemão com 229.300 pessoas que receberam tratamentos de acupuntura de 2,2 milhões relata uma taxa de 8,6% de eventos adversos. Estudos em toda a Europa descobriram que os problemas ligeiros, incluindo dor e sangramento leve ou coagulação do sangue após acupuntura, variaram de 7 a 15%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório