Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

"Não esperava ser Presidente e assistir a estas duas vitórias"

A festa do Dia de Portugal "começou duas horas mais cedo"

"Não esperava ser Presidente e assistir a estas duas vitórias"

Foi preciso "sofrer, sofrer. Um golo excecional. E depois sofrer, que os holandeses vieram muito fortes e na segunda parte deram tudo por tudo", realçou Marcelo Rebelo de Sousa no final da partida que valeu a Portugal a conquista da primeira edição de sempre da Liga das Nações.

"Jogámos também tudo por tudo e é uma alegria numa competição que arranca, o primeiro vencedor ser Portugal, aqui em Portugal. E depois começamos assim o Dia de Portugal", realçou ainda.

Será que esta vitória ajuda a elevar o nome de Portugal? "Sem dúvida. Olhando na tribuna, havia aqui gente, não apenas da UEFA, mas do extremo Oriente, gente canadiana, norte-americana... a projeção no mundo que tem uma vitória destas é uma projeção não apenas no futebol mas no que nos interessa de Portugal. Costumo dizer que quando somos muito bons, somos os melhores dos melhores. E hoje fomos".

"Primeiro vou cumprimentar os jogadores, e depois vou para Portalegre [para as celebrações do 10 de Junho]. E amanhã vou para Cabo Verde e depois Costa do Marfim. Para Cabo Verde vamos levar a Taça do Euro. Vários jogadores eram também cabo-verdianos como hoje um jogador aqui o é. Há uma parte da vitória que é cabo-verdiana".

Marcelo falou ainda sobre as duas vitórias no futebol internacional por parte da Seleção, vitórias essas que coincidem com o seu mandato na presidência. "Não esperava isso e menos esperava ser Presidente da República e assistir a estas duas vitórias", disse sobre a vitória na Liga das Nações que se junta à do Euro2016. A festa do 10 de Junho, essa, "começou duas horas mais cedo".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório