Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Portugal em situação de alerta de incêndio até 30 de maio

O território continental está desde as 20h00 de hoje e até às 23h59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que "apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

Portugal em situação de alerta de incêndio até 30 de maio
Notícias ao Minuto

20:58 - 24/05/19 por Lusa com Notícias ao Minuto

País Incêndios

De acordo com um comunicado do Ministério da Administração Interna (MAI), o despacho conjunto do ministro com esta tutela e do responsável pela pasta da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural foi assinado hoje, tendo por base informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) sobre previsões meteorológicas e de índice de risco de incêndio, e da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), "que determinam a passagem ao Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal".

Face a estas informações o Governo determinou a colocação do território continental em Situação de Alerta, que implica a adoção de "medidas de caráter excecional" como a "elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP" para operações de vigilância e fiscalização e de apoio à população.

Ficam também proibidas as queimadas e queimas de sobrantes e é autorizada a dispensa dos trabalhadores dos setores público e privado que sejam bombeiros voluntários.

É ainda pedido à Força Aérea a disponibilização de meios aéreos em caso de necessidade e foram imediatamente acionados os dispositivos de coordenação de operações nacionais e distritais.

Além da proibição de queimadas e queimas, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alerta para as seguintes proibições:

  • O uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, salvo se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito.
  • O lançamento de balões com mecha acesa e de foguetes.
  • Fumigar ou desinfestar em apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivo de retenção de faúlhas.

Já o uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da Câmara Municipal.

[Notícia atualizada às 21h29]

Saiba aqui as previsões do tempo para os próximos dias.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório