Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Obstetra condenada. Falta de vigilância durante 35 minutos levou a morte

Foi condenada a pagar 20 mil euros e ainda, juntamente com o Hospital, a uma indemnização global de 155 mil euros.

Obstetra condenada. Falta de vigilância durante 35 minutos levou a morte
Notícias ao Minuto

11:10 - 23/05/19 por Filipa Matias Pereira 

País Angra do Heroísmo

Foi condenada, em julgamento com intervenção de tribunal de júri, uma médica obstetra do Hospital do Santo Espírito da ilha Terceira, pela prática de um crime de ofensa à integridade física por negligência.

O julgamento teve lugar em Angra do Heroísmo, no passado dia 14 de maio, e a informação chegou agora a público através de uma nota publicada pela Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

Os factos, detalha a nota institucional, reportam-se a um parto de um bebé que nasceu naquele hospital, em 2010, e que viria a morrer no dia de Natal desse mesmo ano na sequência de falta de vigilância médica, durante 35 minutos, aquando do trabalho de parto.

A arguida foi então condenada numa pena que ascende aos 20 mil euros e ainda, solidariamente com o referido Hospital, na indemnização global de 155 mil euros.

O acórdão ainda não transitou em julgado, ponderando o Ministério Público a eventual interposição de recurso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório