Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Azeredo Lopes diz que não informou António Costa sobre memorando da PJM

O ex-ministro da Defesa Nacional José Azeredo Lopes garantiu hoje que não deu conhecimento ao primeiro-ministro da existência de um informador no caso da recuperação do material militar furtado em Tancos, em 2017.

Azeredo Lopes diz que não informou António Costa sobre memorando da PJM

Azeredo Lopes, que foi ouvido durante mais de quatro horas na comissão parlamentar de inquérito ao furto de Tancos, foi questionado diversas vezes, por todos os partidos, do CDS-PP ao PS, se dera conhecimento da informação a António Costa e deu sempre a mesma resposta - "não".

"Tive conhecimento do informador e não transmiti ao senhor primeiro-ministro deste conhecimento lateral, tendo em conta as circunstâncias", afirmou Azeredo Lopes, que considerou o documento entregue por dois responsáveis da PJ Militar ao seu então chefe de gabinete, general Martins Pereira, não um memorando, mas sim um documento apócrifo, não timbrado e sem data.

O antigo ministro recusou, igualmente, ter tido acesso a informação de que a PJ Militar fez uma encenação à volta da operação da recuperação das armas, em outubro de 2017.

"Não houve memorando nenhum, houve um documento apócrifo que me foi reportado", insistiu.

Durante a audição, Azeredo Lopes admitiu que o seu ex-chefe de gabinete o informou do essencial do documento, mas que só o leu, em papel, no dia em que se demitiu, em 12 de outubro de 2018.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório