Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Edição

Intervenção policial sobre adeptos do Benfica alvo de inquérito pela PSP

A PSP abriu um inquérito interno sobre a intervenção policial que ocorreu no sábado à noite em Benfica, Lisboa, e que resultou em três detenções e dois feridos, um dos quais polícia, anunciou hoje aquela força policial.

Intervenção policial sobre adeptos do Benfica alvo de inquérito pela PSP

"A intervenção policial e todas as circunstâncias que a rodearam foram já alvo da abertura de um inquérito interno, determinado pelo diretor nacional da PSP", refere a Polícia de Segurança Pública, em comunicado.

A PSP explica que foi chamada, pelas 23:06 de sábado, à rua João de Freitas Branco, em Benfica, por cidadãos que se queixavam de um grupo de cerca de 50 pessoas pertencentes a uma claque do Benfica, que estavam junto a uma 'roulotte' de restauração e bebidas, e estavam a provocar "ruído excessivo e a importunar as várias pessoas que ali permaneciam ou passavam".

Segundo a Polícia, inicialmente foram enviados agentes num carro patrulha que, ao chegarem ao local e ao tentarem perceber os motivos das queixas apresentadas, foram recebidos de "forma agressiva" por aquele grupo, existindo "necessidade de acionar reforços policiais para conter a hostilidade e a exaltação dos ânimos que estavam a acontecer".

A PSP indica que os elementos policiais determinaram o encerramento da 'roulotte' "para evitar um escalar de animosidade no local" e, nesse momento, a maior parte do grupo dispersou e, no local, ficaram entre 10 a 15 elementos, que continuaram "a injuriar, hostilizar os polícias e a desobedecer à ordem policial de dispersão e encerramento do espaço de comidas e bebidas".

Um dos elementos desse grupo, que estava mais exaltado, foi abordado por um polícia e reagiu "de forma ofensiva e violenta à ação policial", acabando por ser detido, após ter sido advertido que o seu comportamento constituía crime, conta a PSP, acrescentando que, no seguimento desta detenção, outras duas pessoas (um homem e uma mulher) reagiram à intervenção policial.

Segundo a PSP, o homem arremessou uma pedra contra um elemento policial, que lhe causou ferimentos numa perna, para o impedir de fazer a detenção que estava em curso, tendo os polícias necessidade de recorrer à força física para proceder ao seu controlo e posterior detenção.

A nota da direção nacional da PSP precisa que foram detidos dois homens e uma mulher, entre os 31 e os 42 anos, pelos crimes de injúrias, coação e resistência sobre funcionário e, da intervenção policial resultaram dois feridos, um dos quais polícia que teve necessidade de receber tratamento hospitalar.

O outro ferido foi um dos detidos, que sofreu ferimentos numa mão, mas, de acordo com a PSP, recusou-se a receber assistência no hospital.

Os detidos foram constituídos arguidos sujeitos a Termo de Identidade e Residência (TIR) e notificados para comparecerem em tribunal na segunda-feira.

A PSP refere ainda que dois dos detidos têm registo policial antecedente por crimes de resistência e coação sobre funcionário.

Um vídeo divulgado pelo Correio da Manhã mostra parte da intervenção policial, com os agentes a imobilizar dois dos envolvidos nos distúrbios, sob forte protesto de outras pessoas que se encontravam no local.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório