Meteorologia

  • 17 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Agrediu “violentamente” mulher por não aceitar fim da relação

Vítima ficou incapacitada para o trabalho durante várias semanas devido às agressões. Alegado agressor, de 52 anos, foi detido e sujeito a pulseira eletrónica.

Agrediu “violentamente” mulher por não aceitar fim da relação

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto, deteve esta terça-feira um homem de 52 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Vila do Conde, informa esta autoridade em comunicado.

A GNR refere que apurou que o agressor, ao longo da relação, ameaçava e injuriava continuamente a vítima, uma mulher de 51 anos, passando para a violência física e psicológica, quando esta decidiu terminar a relação.

Uma vez que a vítima não aceitava reatar a relação e devido a uma divergência quanto à partilha de bens, o suspeito agrediu “violentamente” a vítima no local de trabalho da mesma.

A mulher precisou de receber tratamento hospitalar, ficando incapacitada para o trabalho várias semanas, devido às agressões. 

O detido foi presente a 1.º Interrogatório Judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, tendo ficado sujeito às medidas de coação de termo de identidade e residência, proibição de permanência na residência da vítima e de contactar a mesma por qualquer meio, sendo controlado com recurso a vigilância eletrónica (pulseira eletrónica).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório