Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2019
Tempo
24º
MIN 20º MÁX 27º

Edição

Bombeiros vão ter programa para reduzir acidentes rodoviários

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) vai realizar a partir deste ano um programa de promoção da segurança rodoviária junto das corporações para reduzir os acidentes que envolvem viaturas dos bombeiros.

Bombeiros vão ter programa para reduzir acidentes rodoviários

Numa resposta enviada à agência Lusa, a ANEPC avança que o Programa de Promoção da Segurança Rodoviária dos Corpos de Bombeiros vai ser desenvolvido este ano e em 2020 e incide em três eixos estratégicos, que passam pela informação, sensibilização, formação e treino.

Segundo a ANEPC, este programa tem como objetivos a transmissão de informação técnica e a sensibilização para a mudança de comportamentos e atitudes ao nível da segurança rodoviária, bem como a promoção de cursos teórico-práticos sobre condução de emergência e a integração nos treinos operacionais da componente segurança rodoviária.

Outro dos eixos desta iniciativa passa por desenvolver o processo de lições aprendidas decorrentes especificamente de acidentes rodoviários, que permitam retirar conclusões para a aplicação de medidas corretivas, ao nível da "informação e sensibilização", "formação e treino" e sistema de regulação dos bombeiros.

A Proteção Civil indica que este programa de promoção da segurança rodoviária junto das corporações de bombeiros vai ser desenvolvido em parceria com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e é uma das medidas prevista no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020).

Segundo a ANEPC, este programa tem como meta reduzir o número de acidentes dos veículos dos bombeiros em 25% e diminuir o número de mortos e de feridos graves associados a este tipo de sinistralidade em 50%.

Dados da ANEPC indicam que 15 bombeiros morreram em acidentes de viação nos últimos dez anos, número que ultrapassa aqueles que morreram a combater incêndios florestais no mesmo período.

A Proteção Civil reconhece que nos últimos anos foi efetuado "um investimento significativo" na prevenção dos acidentes pessoais associados aos incêndios rurais, o que não foi acompanhado por idênticas medidas na área da segurança rodoviária, designadamente em operações de combate a incêndios rurais, emergência pré-hospitalar e transporte de doentes não urgentes.

Neste sentido, a ANPEC avançou à Lusa que a segurança rodoviária dos bombeiros é também uma prioridade, a exemplo da segurança em operações de combate a incêndios rurais, considerando que deve estar na agenda de todos os intervenientes neste sistema, nomeadamente comandantes dos corpos de bombeiros e presidentes das respetivas associações humanitárias.

A Proteção Civil considerou ainda "muito positiva" a formação no âmbito da segurança rodoviária ministrada pela Escola Nacional de Bombeiros, que incide sobre a condução fora de estrada e condução defensiva de veículos ligeiros.

A ANEPC adianta que o objetivo para o futuro incide no aumento da capacidade formativa destes cursos, uma vez que só é possível formar um número reduzido de formandos por cada edição dada a sua natureza prática.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório