Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Faltam entre 14 mil e 20 mil camas para universitários em Portugal

A consultora imobiliária JLL estima que em Portugal faltam entre 14 mil e 20 mil camas para estudantes do ensino superior e que será necessário investir 500 milhões de euros na construção de residências universitárias nos próximos cinco anos.

Faltam entre 14 mil e 20 mil camas para universitários em Portugal

A multinacional norte-americana especializada em serviços imobiliários divulgou hoje em Madrid um relatório sobre a situação do setor em Portugal e Espanha, considerando que o mercado nestes dois países é "um dos mais atrativos para os investidores que procuram rentabilidades estáveis".

"O mercado em Portugal ainda não está desenvolvido e há uma grande procura por parte dos estudantes de residências de qualidade internacional e também por parte de promotores que querem investir", disse à agência Lusa Maria Empis, diretora de consultadoria estratégica e pesquisa de mercado da JLL.

Segundo a empresa, a taxa de rentabilidade do investimento em residências universitárias pode alcançar os 6% em Portugal, um país que nos próximos anos "necessita entre 14.000 a 20.000 camas" para estudantes do ensino superior, apena para as cidades de Lisboa, Porto e Coimbra.

Maria Empis avança que nos próximos cinco anos será necessário investir cerca de 500 milhões de euros para tentar colmatar a diferença entre a procura crescente e a oferta de camas em residências universitárias.

Segundo os dados fornecidos, há um total de 372.800 estudantes universitários em Portugal, entre os quais 165.000 nacionais e 49.700 internacionais que precisam de alugar um quarto ou uma cama.

A procura quartos onde ficar até completarem os estudos, apenas entre os estudantes portugueses, cresceu 6% nos últimos dois anos em Lisboa, 10% no Porto e 8% em Coimbra

Segundo a consultora, em Lisboa há 116.700 estudantes universitários, dos quais 59.000 são de outras regiões de Portugal e 17.900 são internacionais.

A capital portuguesa oferece atualmente cerca de 11.000 camas em alojamentos para estudantes universitários, que em média pagam 620 euros mensais para se alojar.

No Porto há cerca 58.200 estudantes com 25.000 portugueses deslocados e 7.400 internacionais, havendo uma oferta de 5.000 camas que custam em média 550 euros mensalmente.

Coimbra com 35.270 estudantes, tem 24.000 nacionais e 5.120 internacionais deslocados que em média pagam 310 euros por mês, indicam os dados divulgados pela JLL.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório