Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Madeira. Motorista de autocarro "estava a trabalhar há 13 horas"

A denúncia foi feita pelo Sindicato Nacional dos Motoristas.

Madeira. Motorista de autocarro "estava a trabalhar há 13 horas"

O motorista do autocarro turístico que se despistou esta quarta-feira na Madeira já "estava a trabalhar há 13 horas" no momento em que o acidente aconteceu. A denúncia foi feita pelo coordenador do Sindicato Nacional dos Motoristas, este domingo, em declarações à antena da SIC Notícias.

“Informaram-nos que provavelmente deveria ter largado o serviço às 22h00 e que teria pegado num novo serviço às 05h00/05h30 da manhã. Portanto, quer dizer que se esta informação for devidamente validada, obviamente que este trabalhador tinha uma carga horária para além daquilo que é permitido legalmente”, adiantou Manuel Oliveira. 

O sindicalista assegurou ainda ter em sua posse documentos que provam as suas afirmações e que já foi, inclusive, apresentada uma queixa ao Ministério Público que será competente para analisar a matéria. Preceituam os diplomas legais que versam sobre o Direito do Trabalho, como referiu a estação de televisão de Paço de Arcos, que cada turno de trabalho deve ter oito horas.

Ainda de acordo com Manuel Oliveira, estas situações persistem porque os motoristas se sentem intimidados, optando por não denunciar os casos em que têm de trabalhar mais horas do que o legalmente previsto.

Recorde-se que do acidente que ocorreu ao final da tarde e quarta-feira no Caniço, na ilha da Madeira, resultaram 29 mortos de nacionalidade alemã e 27 feridos, entre os quais o referido motorista e a guia turística que, aliás, deixou uma mensagem nas redes sociais em jeito de agradecimento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório