Meteorologia

  • 24 MAIO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 24º

Edição

Trânsito na ponte da Figueira da Foz reabre parcialmente após cinco horas

O trânsito na ponte da Figueira da Foz, que estava cortado no sentido Sul-Norte desde as 17h00 de hoje devido a um acidente foi reaberto cerca das 21h00, embora com circulação alternada, disse fonte dos bombeiros.

Trânsito na ponte da Figueira da Foz reabre parcialmente após cinco horas
Notícias ao Minuto

21:53 - 18/04/19 por Lusa

País Bombeiros

O acidente, envolvendo um veículo pesado de transporte de estilha de madeira e quatro viaturas ligeiras, provocou hoje à tarde cinco feridos, um em estado grave, uma criança que viajava no camião que se despistou, tombou e ficou atravessado nas duas faixas de rodagem do sentido Sul-Norte, afirmou à Lusa o comandante interino dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, Jorge Piedade.

De acordo com o comandante dos bombeiros, o trânsito está a processar-se "de forma alternada, na faixa de rodagem do lado direito do sentido Norte-Sul", sob orientação da PSP.

O comandante dos bombeiros esclareceu que a utilização de apenas uma faixa de rodagem para retomar a circulação nos dois sentidos fica a dever-se ao facto de a traseira do camião tombado estar a ocupar parte da faixa esquerda do sentido Norte-Sul, que não foi encerrado ao longo da tarde mas que viu a circulação condicionada desde o acidente.

O pesado está atravessado na via, com a traseira em cima do separador central e a cabine frontal encostada ao varandim da ponte, junto ao qual se faz o acesso pedonal.

Jorge Piedade adiantou que após a operação de socorro às vítimas, que se prolongou por cerca de uma hora, seguiram-se os trabalhos de limpeza de óleos e outros detritos na zona do acidente e de remoção da carga do camião acidentado que ficou espalhada na via, que decorreram durante quase três horas.

Ainda de acordo com Jorge Piedade, no local estão uma grua e outros meios para proceder à remoção do pesado acidentado, operação que deverá decorrer nas próximas horas.

O acidente aconteceu num troço da estrada nacional 109 entre a Ponte dos Arcos (sobre o braço sul do rio Mondego) e o tabuleiro da Ponte Edgar Cardoso, que atravessa o leito principal daquele rio e é única entrada direta na Figueira da Foz para quem viaja de sul.

A alternativa à Ponte Edgar Cardoso a partir de sul implica aceder à Autoestrada 17 (Leiria-Aveiro) em Marinha das Ondas (a 16 quilómetros da Figueira da Foz) e cumprir cerca de 22 quilómetros em autoestrada até àquela cidade do litoral do distrito de Coimbra.

O trânsito no sentido Sul-Norte foi cortado após o despiste do pesado e no sentido contrário processava-se condicionado, mas com bastantes dificuldades, provocando a acumulação de veículos, visível a partir da cidade, ao longo da Ponte Edgar Cardoso, constatou a Lusa.

As operações envolveram meios da PSP, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Proteção Civil municipal, Bombeiros Municipais e Voluntários da Figueira da Foz, EDP e Infraestruturas de Portugal, entidade responsável por aquela via.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório