Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Governo vê "com grande estranheza" greve dos inspetores veterinários

Ministério da Agricultura considera greve destes trabalhadores "inaceitável" e que esta "desrespeita a determinação do Tribunal Arbitral quando à prestação de serviços mínimos".

Governo vê "com grande estranheza" greve dos inspetores veterinários
Notícias ao Minuto

12:00 - 16/04/19 por Melissa Lopes 

País Agricultura

Os veterinários e assistentes técnicos da inspeção sanitária da Direção-Geral da Alimentação e Veterinária (DGAV) estão em greve entre hoje e sábado para reivindicar a criação da carreira especial de inspetor sanitário. Uma greve que o Governo vê “com muita estranheza”, uma vez que já foi criada a carreira especial de inspeção veterinária.

Numa nota enviada às redações, o Ministério da Agricultura lembra que esta carreira foi criada sob proposta conjunta desta tutela e o Ministério das Finanças, e que esta “vem dar resposta a uma aspiração da classe médico-veterinária e de diferentes sindicatos do setor, que conta já com mais de duas décadas”.

O objetivo da criação desta carreira, sublinha a tutela de Capoulas Santos, "passa pela valorização da atividade de inspeção veterinária e dos seus profissionais, de importância fundamental para assegurar o funcionamento do mercado e garantir a segurança da atividade dos matadouros".

E lembra que esta  atividade veterinária "dá resposta às imposições legais decorrentes da aplicação da legislação comunitária e a nova carreira permitirá assegurar o funcionamento do setor de abate de acordo com as respetivas necessidades e especificidades". 

Da parte do Governo, foi enviada esta segunda-feira aos sindicatos uma convocatória para uma reunião no próximo dia 23, tendo como objetivo proceder à apresentação e apreciação do projeto de carreira aprovado em Conselho de Ministros. 

Assim, "não obstante o Ministério da Agricultura considerar o direito à greve como um direito inalienável dos trabalhadores", o Governo "não pode igualmente deixar de considerar esta greve como incompreensível, tanto mais que desrespeita a determinação do Tribunal Arbitral quando à prestação de serviços mínimos"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório