Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Conselho de Ética sugere ao Governo cortar nos tratamentos mais caros de cancro

Um parecer do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) defende que o Ministério da Saúde “pode e deve racionar” o acesso a tratamentos mais caros para doentes com cancro, Sida e doenças reumáticas.

Conselho de Ética sugere ao Governo cortar nos tratamentos mais caros de cancro

O presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV), Miguel Oliveira da Silva, defendeu esta quinta-feira, em entrevista à Antena1, o racionamento de determinados tratamentos como cancros, Sida ou doenças reumáticas. Uma sugestão que consta de um parecer emitido por este órgão consultivo a pedido do Ministério da Saúde.

Miguel Oliveira da Silva afirmou que "não só é legítimo como, mais do que isso, desejável" porque "vivemos numa sociedade em que, independentemente das restrições orçamentais, não é possível, em termos de cuidados de saúde, todos terem acesso a tudo».

"Será que mais dois meses de vida, independentemente dessa qualidade de vida, justifica uma terapêutica de 50 mil, 100 mil ou 200 mil euros? Tudo isso tem de ser, se o doente estiver disponível, muito transparente e muito claro, envolvendo todos os interessados", referiu o presidente do CNECV.

Miguel Oliveira da Silva sustentou ainda que seguir este caminho “é uma luta contra o desperdício e a ineficiência, que é enorme em Saúde”.

O parecer do CNECV, a que a Antena1 teve acesso, abrange ainda exames e meios complementares de diagnóstico como TACs, ecografias e ressonâncias magnéticas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório