Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Açorianos Luís Filipe Borges e Nuno Costa Santos voltam "a casa" na RTP

O apresentador Luís Filipe Borges e o escritor Nuno Costa Santos encontram-se a gravar um programa para a RTP que consiste num "desejo muito antigo" de retratar cada uma das nove ilhas dos Açores, a "casa" de ambos.

Açorianos Luís Filipe Borges e Nuno Costa Santos voltam "a casa" na RTP
Notícias ao Minuto

16:28 - 01/04/19 por Lusa

País Programa

"O que vem aí é a concretização de um desejo muito antigo, que nos acompanha desde os bancos da faculdade. O título de trabalho é 'Mal-Amanhados - Uma Viagem à Atlântida Hoje', mas 'Novos Corsários das Ilhas' - no espírito de Nemésio - também está em equação. Consiste num documentário em registo 'infotainment', protagonizado por dois grandes amigos que regressam a casa e passam um episódio em cada uma das nossas nove ilhas", declarou Luís Filipe Borges à agência Lusa.

O trabalho "terá carimbo da RTP/Açores", mas será para transmitir a nível nacional, acrescentou o apresentador e humorista.

O objetivo deste reencontro com os Açores passa por "deixar um projeto" de que os autores - e os açorianos - se possam "orgulhar", e "onde o Corvo tenha a mesmíssima dignidade de São Miguel, e os protagonistas de cada episódio sejam uma boa galeria da transversalidade açoriana",

O fundir da "tradição e modernidade" como "talvez em nenhum outro canto do território nacional" será também um elemento do projeto.

Luís Filipe Borges, terceirense, e Nuno Costa Santos, micaelense, são, diz o primeiro, "dois ilhéus desenraizados na capital, dois desencantados com o hiper-formalismo do Direito, dois rapazes que gostavam de ler e escrever nos intervalos de infindáveis jogatanas de FIFA".

"O Nuno, mais até do que um grande amigo, foi como um irmão ligeiramente mais velho. A casa da sua avó em Lisboa era o meu porto de abrigo, onde discutíamos o futuro no intervalo de gargalhadas juvenis, e eu aprendia sobre grandes autores, música alternativa e estórias invulgares da suposta ilha 'rival'", prossegue o humorista.

O trabalho para a RTP está a ser gravado neste momento e consistirá em nove episódios de 45 minutos que terão de estar terminados "até final de outubro, incluindo uma banda sonora original de músicos açorianos".

A Direção Regional de Turismo, a Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores, a Direção Regional da Cultura e as autarquias de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo são, entre outras, algumas das entidades que apoiam o programa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório