Meteorologia

  • 25 JUNHO 2019
Tempo
23º
MIN 21º MÁX 25º

Edição

Após 19 anos de colaboração, Lobo Antunes leva revista Visão a tribunal

Escritor garante que a revista utilizou uma fotografia sua, sem autorização, numa campanha publicitária.

Após 19 anos de colaboração, Lobo Antunes leva revista Visão a tribunal

O escritor António Lobo Antunes acusa a revista Visão, na qual foi colunista durante 19 anos, de fazer uma montagem com uma fotografia sua, sem autorização, e de a utilizar numa campanha publicitária. Por isso, garante, vai levar a revista do grupo Trust in News a tribunal.

As acusações foram feitas durante uma entrevista à revista Sábado. Lobo Antunes contou à publicação da Cofina que, num primeiro momento, queriam que tirasse uma fotografia para essa campanha com uma “sacola”. Perante a recusa do colunista, a Visão terá decidido fazer uma montagem com uma imagem que já tinham, sem autorização do mesmo.

"Um dia apareceram-me com a tal sacola, que tinha estampada uma frase qualquer tirada de uma crónica e assinada por mim. Depois vim a saber que era uma campanha de promoção da revista. Queriam que eu tirasse uma fotografia para essa campanha, eu disse que não tirava fotografia nenhuma e não aceitava. Mas fizeram. Achei isto intolerável. Fizeram uma montagem de uma fotografia em que me põem com o saquinho ao ombro e a dizer ‘o António não-sei-o-quê’. Isto é profundamente ilegal’”, lembra.

Lobo Antunes garante que vai processar a Visão por uso indevido e “acintoso, porque não saiu só na Visão, saiu numa série de revistas, na internet”, e o escritor quer “que estes senhores aprendam a lição”.

Quanto à indemnização que vai pedir, o escritor garante que já tem destino. As “boas centenas de milhares de euros” serão entregues aos serviços de oncologia do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

A direção da Visão, que passou recentemente do grupo Imprensa para a o grupo Trust in News, já reagiu às acusações de Lobo Antunes, num texto intitulado “Quem não tropeça em si mesmo nesta vida?”.

Nessa publicação, a direção da revista desmente o escritor e acusa-o de “cansaço e acidez”, garantindo que a utilização da sua imagem na referida campanha de publicidade foi “obviamente autorizada” e que Lobo Antunes sabia da mesma “desde outubro”.

Mesmo os génios, ou sobretudo eles, têm o direito a tropeçar. Mas o cansaço e acidez que Lobo Antunes acusava nos últimos tempos tornou-se indisfarçável nas suas crónicas, que o próprio apelidava, no espaço de liberdade absoluta que sempre lhe foi concedido na Visão, de ‘medíocres’ e que confessava só escrever ‘por dinheiro’. Esta saturação tornou-se evidente para todos, e sobretudo para os leitores, que de forma crescente o fizeram notar”,afirmam.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório