Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

PJ realiza buscas no quartel dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz

Operação da Polícia Judiciária estará relacionada com um banco de horas ilegal, existindo acusações de falsificação e peculato. Notícia foi avançada pelo Expresso.

PJ realiza buscas no quartel dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz
Notícias ao Minuto

11:43 - 25/03/19 por Notícias Ao Minuto com Lusa 

País Autoridades

O quartel dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz foi alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária, noticia o Expresso esta segunda-feira, explicando que em causa está um banco de horas ilegal, entre outras acusações.

O Notícias ao Minuto está a tentar confirmar esta informação junto das autoridades, mas ainda não foi possível obter resposta.

De acordo com o semanário, a operação da Judiciária tenta esclarecer acusações de falsificação de horários e perseguição aos voluntários, que serão escalonados para trabalhar, sem formação, sob ameaça de serem afastados da corporação.

Entretanto, contactado pela Lusa, o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, Lídio Lopes, confirmou a presença de elementos da PJ no quartel e mostrou total abertura para apoiar as investigações.

"A associação está inteiramente à disposição para que tudo se esclareça na investigação, preservando o seu bom-nome e aguardando pelo resultado das investigações", disse Lídio Lopes.

A PJ referiu à Lusa que "estão a ser efetuadas buscas, no âmbito de um processo do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra, a ser investigado pela Polícia Judiciária de Coimbra, por um crime da área económica e financeira".

"O processo está em segredo de justiça", indicou a mesma fonte.

Fonte ligada a este processo explicou à Lusa tratar-se de eventuais crimes de falsificação e peculato.

Em causa, detalhou esta mesma fonte ligada ao processo, estarão eventuais crimes levados a cabo por um antigo chefe adjunto do comando (Nelson Fadigas) e pela sua esposa (Carla Mendes), ex-bombeira. Estes dois elementos demitiram-se recentemente dos bombeiros da Figueira da Foz, no distrito de Coimbra.

A mesma fonte esclareceu ainda que um elemento que foi demitido recentemente em processo disciplinar estará na origem da denúncia, já que enviou essa mesma denúncia à associação e eventualmente à PJ.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório