Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Fernando Midões escreveu "páginas da história do teatro"

A ministra da Cultura lamentou hoje a morte do ex-jornalista e crítico teatral Fernando Midões considerando-o um nome em que "gerações de artistas se habituaram a confiar", pois as críticas que escrevia também eram "páginas da história do teatro".

Fernando Midões escreveu "páginas da história do teatro"
Notícias ao Minuto

16:26 - 11/03/19 por Lusa

País Ministra

O ex-jornalista da RTP e crítico de teatro morreu na madrugada de domingo, aos 86 anos, na Casa do Artista, em Lisboa, onde residia.

Numa nota de pesar, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, sublinha igualmente o "papel importante" que Fernando Midões teve no acompanhamento de projetos teatrais ao longo de "décadas em que colaborou no Diário Popular [vespertino já extinto] e Diário de Notícias".

"Motivado por uma curiosidade e um conhecimento que aproximava o seu olhar de especialista dos discursos dos artistas", Fernando Midões foi um nome "no qual gerações de artistas se habituaram a confiar sabendo que, através das suas críticas, eram páginas da história do teatro que se estavam a escrever", lê-se na nota de pesar, na qual são enviadas condolências à família do antigo jornalista.

Graça Fonseca lembra que, enquanto antigo jornalista da RTP, Fernando Midões "foi responsável pela emissão noticiosa que acompanhou a revolução de 25 de Abril de 1974", evocando a sua presença nas antigas instalações do Lumiar, da RTP, numa emissão que teve por pivot o jornalista Fernando Balsinha.

Fernando Midões "nunca deixou de completar o seu olhar sobre a sociedade com referências cultas empenhadas numa tradução que não deixava de lado públicos mais ou menos conhecedores", conclui Graça Fonseca.

No domingo, o Presidente da República lamentou a morte de Fernando Midões, apresentando os seus pêsames à família e aos amigos do ex-jornalista da RTP e crítico de teatro.

"O Presidente da República apresenta os seus sentimentos à família e aos amigos de Fernando Midões, que hoje nos deixou, depois de uma longa vida de jornalista dedicado e crítico de teatro, e que foi presença nas nossas casas através da RTP", lê-se numa nota publicada no site da Presidência.

Natural de Lisboa, Fernando Midões era licenciado em Ciências Pedagógicas, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

O ex-jornalista dos quadros da RTP -- onde já trabalhava à data da "revolução dos cravos" - iniciou a carreira de crítico de teatro no jornal "A Planície", tendo, mais tarde, colaborado com o Diário Popular e o Diário de Notícias.

As reportagens que fez para o magazine TV Palco, dirigido por Igrejas Caeiro, para a RTP, as emissões dedicadas ao projeto The Living Theatre, dos Estados Unidos, a Laura Alves e aos 20 anos de antigo Teatro Monumental, em Lisboa, são alguns dos seus trabalhos na televisão pública, recordando-se ainda a reportagem da primeira reunião do antigo Sindicato dos Profissionais de Teatro, Bailado, Circo e Variedades, após o 25 de Abril de 1974.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório