Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Mulher degolada no Seixal tentou pedir ajuda aos vizinhos

Desde o início do ano já morreram 11 mulheres vítimas de crimes de ódio.

Mulher degolada no Seixal tentou pedir ajuda aos vizinhos

Uma mulher, com cerca de 40 anos, foi degolada, esta quarta-feira ao final da tarde, no interior do prédio onde vivia na rua António Sérgio em Corroios, no Seixal.

De acordo com fonte policial, a mulher foi encontrada no hall do prédio por uma moradora porque, tudo leva a crer, terá tentado pedir ajuda aos vizinhos. Porém, a gravidade dos ferimentos provocados por uma arma branca no pescoço não lhe permitiu sobreviver e quando a PSP chegou ao local já se encontrava sem vida.

A mesma fonte referiu que à chegada das autoridades não se encontrava nenhum suspeito no local. No entanto, há meios de comunicação social que avançam com a informação de que o principal suspeito deste crime é o ex-companheiro da vítima que estará em fuga.

A PSP criou um perímetro de segurança e, neste momento, a Polícia Judiciária está no local a analisar todas as provas e indícios que possam ajudar na investigação.

A confirmar-se este crime como sendo de violência doméstica, esta mulher foi a 11ª a ser assassinada neste âmbito só desde o início do ano – quase metade do número de mulheres mortas às mãos dos companheiros ou ex-companheiros até novembro do ano passado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório