Meteorologia

  • 24 MARçO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

"Preço" e "autonomia" justificaram compra de 46 carros a gasóleo

Em resposta à notícia avançada pelo jornal i, na edição desta quinta-feira, dá conta de que o Turismo de Portugal vai comprar 46 carros a gasóleo, contrariando assim as indicações do ministro do Ambiente.

"Preço" e "autonomia" justificaram compra de 46 carros a gasóleo
Notícias ao Minuto

12:53 - 21/02/19 por Filipa Matias Pereira 

Economia Turismo de Portugal

O Turismo de Portugal vai comprar 46 carros a gasóleo, estando apenas a aguardar o aval do Tribunal de Contas. A informação foi avançada esta quinta-feira pelo jornal i na sua edição impressa, dando ainda conta de que esta iniciativa contraria o entendimento do ministro do Ambiente no que ao fim dos carros a diesel diz respeito. 

O jornal i refere que o pedido para a aquisição das referidas 46 viaturas foi realizado depois de o ministro Matos Fernandes, desta feita em entrevista do Jornal de Negócios, ter declarado que os carros a diesel serão desvalorizados num período de quatro anos. 

Perante estas circunstâncias, o Turismo de Portugal alega, num esclarecimento enviado às redações, que "o procedimento de contratação de veículos em regime de Aluguer Operacional de Veículos foi iniciado no começo de 2017". Nessa altura, pode ler-se no comunicado, "concluiu-se que a autonomia dos veículos elétricos disponíveis no mercado inviabilizaria a respetiva utilização pelos nossos serviços".

Além disso, justifica o Turismo de Portugal, "os preços das viaturas também implicariam um gasto mais elevado do que aquele que foi aprovado".

Salientando que "as decisões relativas a este processo foram tomadas à luz da realidade de então", 2017, a entidade admite que se fosse hoje seria outra a decisão por "existir uma rede mais robusta espalhada por todo o país e os desenvolvimentos tecnológicos e as soluções disponíveis no mercado garantirem já uma autonomia superior à que existia no momento em que se iniciou este procedimento". 

Ou seja, "o Turismo de Portugal colocaria como opção prioritária contratar veículos elétricos". Uma posição em consonância com o compromisso referido pela própria entidade, que objetiva, até 2023, na sequência da Estratégia Turismo 2027, que toda a sua frota automóvel seja elétrica. 

Neste sentido, o Turismo de Portugal promete "proceder à substituição das viaturas a diesel do presente contrato por viaturas elétricas, assim que seja contratualmente possível". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório