Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Domingo de violência contra a PSP com vários agentes agredidos

Ao longo do dia de domingo foram vários os agentes da PSP que foram alvo de injúrias e agressões. Um precisou, inclusive, de receber tratamento hospitalar.

Domingo de violência contra a PSP com vários agentes agredidos

Vários agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) foram agredidos, ao longo do dia de ontem, durante o exercício das suas funções em diversos pontos do distrito de Lisboa.

O primeiro caso teve lugar ainda durante a madrugada na freguesia da Estrela. Dois agentes ouviram um homem aos gritos e aproximaram-se para perceber o que estava acontecer. Nesta senda, a alegada vítima – um jovem de 17 anos – começou a agredir os polícias, tendo desferido um golpe na cara de um deles.

Mais tarde, na freguesia da Misericórdia, os agentes foram acionados para uma situação de agressões, na qual já se encontravam elementos da emergência médica a prestar socorro a uma vítima. Assim que chegaram, os polícias foram agredidos por um homem de 26 anos que fugiu, mas que acabou por ser detido pouco depois.

Ao final da manhã, pelas 11h50, um agente da PSP foi agredido junto à esquadra da Reboleira quando tentava proteger uma mulher vítima de violência doméstica. O agressor, de 20 anos, queria impedir a entrada da vítima na esquadra e acabou por atingir um dos polícias com uma cabeçada – o agente precisou de receber tratamento hospitalar.

Cerca de 20 minutos depois, mas em Vila Franca de Xira, nova tentativa de agressão que, desta vez, acabou por não se concretizar. Segundo a PSP tudo aconteceu no decorrer de uma ocorrência de incumprimento de regulação de poder paternal. Os polícias foram insultados e quase agredidos por um homem de 33 anos que acabou detido.

Por fim, já depois da hora de almoço e na freguesia lisboeta de São Vicente, um polícia foi agredido com vários murros na zona do peito por um homem que tentava furtar uma viatura.

Em comunicado, a PSP faz saber que três dos cinco detidos foram notificados, enquanto dois recolheram às celas do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa para serem, posteriormente, presentes a tribunal para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório