Meteorologia

  • 24 MARçO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

As maiores subidas e descidas no ranking das escolas

O Colégio João de Barros, em Pombal, Leiria, foi o que mais lugares subiu no 'ranking' das escolas em 2018, escalando 263 lugares até à 135.ª posição, segundo dados do Ministério da Educação relativos aos exames do ano passado.

As maiores subidas e descidas no ranking das escolas
Notícias ao Minuto

00:15 - 16/02/19 por Lusa

País Ministério Educação

O segundo classificado, de acordo com a análise da Lusa aos dados dos resultados dos exames nacionais em 2018 divulgados pelo Ministério da Educação, entre os que mais subiram é uma escola pública, com proeza quase igual: a Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais, em Mortágua, Viseu, subiu 249 lugares, até à 174.ª posição.

Entre as dez que mais melhoraram resultados em 2018 há apenas mais uma escola privada, o Externato de Vila Meã, em Amarante, Porto, e as restantes são escolas públicas que subiram mais de 200 lugares ou próximo disso.

Em 2018, o maior tombo coube à Escola Básica e Secundária de Penalva do Castelo, Viseu, que caiu 275 lugares na lista, para a 403.ª posição.

As dez que mais caíram são maioritariamente escolas públicas, havendo apenas uma privada: o Colégio Rainha D. Leonor, nas Caldas da Rainha, Leiria, que passou da 33.ª posição para a 230.ª posição, com uma descida de 197 lugares.

A análise das escolas que mais subiram e desceram na lista das médias dos exames nacionais do ensino secundário contabilizou 494 estabelecimentos que levaram alunos a exame, aqueles que tinham dados disponíveis comparáveis relativos a 2017.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório