Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2019
Tempo
MIN 7º MÁX 10º

Edição

Bombeiros admitem processar Ascendi após choque com javali na A7

Viatura transportava um doente e um acompanhante. Não houve feridos, mas os estragos no veículo ultrapassam os dois mil euros.

Bombeiros admitem processar Ascendi após choque com javali na A7
Notícias ao Minuto

19:43 - 11/02/19 por Natacha Nunes Costa 

País Fafe

A corporação dos Bombeiros de Salto, em Fafe, admite processar a Ascendi, empresa concessionária da A7, depois de uma das suas viaturas ter chocado com um javali na autoestrada e ter provocado elevados danos no veículo.

O caso remonta a 10 de janeiro, quando uma Viatura de Transporte de Doentes fazia, durante a noite, o transporte de uma pessoa para o Porto. A certa altura, na zona de Fafe, o javali atravessou-se a estrada sem dar ao condutor do veículo a possibilidade de se desviar.

O embate com o animal não provocou feridos, nem o animal morreu, mas os danos na viatura, que ao fim de um mês ainda está a ser reparada, ascendem os dois mil euros, conta ao Notícias ao Minuto o Comandante dos Bombeiros de Salto, Hernâni Carvalho.

Na altura do acidente, tanto uma viatura de apoio da Ascendi como a GNR estiveram no local para registar a ocorrência.

Posteriormente, os Bombeiros de Salto fizeram uma reclamação à Ascendi, onde pedem que a concessionária da autoestrada assuma a responsabilidade e cubra as despesas da viatura. Depois de várias tentativas de contacto sem resposta, a Ascendi “finalmente” respondeu, no início do mês de fevereiro, quase um mês depois do acidente, mas a resposta não foi a esperada.

“Não se responsabilizam. Demitiram-se grosseiramente das suas responsabilidades. Garantem que promoveram todas as medidas de segurança que estão ao alcance deles. E, inclusivamente, que não podem ter equipas de assistência ao longo de toda a via, mas nós não pedimos isso. Queremos é que toda a via esteja devidamente vedada e que seja um perímetro seguro, que evite estas situações. Porque os javalis não têm asas”, diz ao Notícias ao Minuto Hernâni Carvalho.

Com esta recusa de indemnização, os Bombeiros de Salto admitem agora recorrer aos tribunais porque o prejuízo na viatura é demasiado elevado para ser suportado pela associação.

O Comandante da corporação de Salto revela ainda ao Notícias ao Minuto que os acidentes com animais são recorrentes nesta zona e conta que, dias depois do acidente com a viatura do quartel, um jovem padre da região também chocou com um javali. Neste caso, o carro ficou todo destruído e foi parar à sucata e a Ascendi também não vai pagar as despesas provocadas pelo animal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório