Meteorologia

  • 25 MARçO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Sindicato da Indústria Mineira aponta falha grave em Aljustrel

O dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) Jacinto Anacleto afirmou hoje que o acidente desta manhã nas minas de Aljustrel (distrito de Beja) resultou de uma "falha de segurança grave", embora tenha considerado "prematuro responsabilizar alguém".

Sindicato da Indústria Mineira aponta falha grave em Aljustrel
Notícias ao Minuto

16:29 - 11/02/19 por Lusa

País Acidente

"Ainda não sabemos bem como é que ocorreu o acidente, como foi, mas tudo indica que terá havido uma falha de segurança. Quando morre alguém a trabalhar há falhas de segurança. Assacar responsabilidades ainda é cedo para isso, mas quer de uma parte ou de outra houve de facto uma falha de segurança grave", disse, em declarações à Lusa.

O representante sindical afirmou ainda que "só depois da investigação da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT)" será possível perceber o que realmente aconteceu no interior da mina.

De acordo com Jacinto Anacleto, "por muito que existam medidas de segurança" as condições de trabalho numa mina são sempre difíceis e "a segurança falha aqui ou acolá".

O dirigente do STIM referiu que os trabalhadores eram mecânicos da empresa que explora a mina e estavam "numa carrinha 4x4 de caixa aberta", depois de terem feito a reparação de uma máquina.

Até ao momento, a informação avançada pela GNR dava conta de que os homens se encontravam numa máquina que caiu para um fosso com uma profundidade "entre os 30 e os 40 metros".

Um dos dois trabalhadores vítima da queda nas minas de Aljustrel morreu e o outro foi transportado para o hospital de Beja, segundo fonte da GNR.

A mesma fonte indicou que o óbito do homem foi confirmado às 13:02.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adiantou à Lusa que a vítima mortal é um trabalhador de 47 anos.

O outro trabalhador, de 36 anos, foi transportado, de ambulância, em estado "estável" para as urgências do hospital de Beja, referiu a fonte.

Fonte da concessionária das minas, a Almina - Minas do Alentejo, disse à agência Lusa que a empresa vai emitir um comunicado durante a tarde de hoje.

Fonte da ACT confirmou ainda a abertura de um inquérito para averiguar as circunstâncias em que ocorreu o acidente, tendo sido já deslocada para o local do acidente uma equipa de inspetores do organismo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório