Meteorologia

  • 18 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Jovens sequestrados e agredidos por ladrões em Cascais

Uma das vítimas precisou de receber tratamento hospitalar devido aos ferimentos causados pelas agressões.

Jovens sequestrados e agredidos por ladrões em Cascais

Dois amigos de 21 anos viveram uma noite de terror na madrugada desta quinta-feira. Tudo aconteceu pelas 3h10. Os dois jovens estavam dentro do carro de um deles na rua António da Costa Carvalho, na zona da Alapraia em São João do Estoril, Cascais, quando foram abordados por três homens que lhes pediram moedas.

Nesta senda, os assaltantes pediram-lhes também os telemóveis e, aproveitando o facto de as janelas do veículo estarem ligeiramente abertas, conseguiram destrancar as portas e puxaram os jovens para fora da viatura.

Sob constantes ameaças de morte e agressões, os dois jovens foram conduzidos a um terminal multibanco, localizado na mesma rua, para efetuarem levantamentos de dinheiro.

Porém, apenas um tinha o cartão consigo e só tinha 20 euros na conta, o que não agradou aos assaltantes que continuaram as agressões.

No caminho de regresso ao carro, apurou o Notícias ao Minuto junto de fonte da PSP, um dos jovens conseguiu fugir para casa – a escassos 100 metros daquele local.

No entanto, a outra vítima não teve a mesma sorte e ficou, durante cerca de uma hora, sequestrado pelos assaltantes que o fizeram conduzir a viatura por cerca de 750 metros, tendo parado junto a um quarto suspeito.

Nesta fase, o número de assaltantes já havia subido para quatro e, aproveitando-se da superioridade numérica, obrigaram a vítima a despir as calças e a camisola e a descalçar as sapatilhas. Depois voltaram a entrar todos na viatura para nova viagem, mas ao fim de poucos metros foram obrigados a fugir a pé para o Bairro do Fim do Mundo, pois colidiram com um carro que estava estacionado, deixando a viatura da vítima imobilizada.

Foi então que os assaltantes, com idades entre os 17 e os 40 anos, fugiram, deixando a vítima sozinha que foi ajudada por uma testemunha que assistiu aos momentos finais do sequestro e chamou a PSP.

Os suspeitos ainda não foram identificados pelas autoridades, estando a investigação a cargo da Polícia Judiciária.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório