Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

"Tudo o que seja uma saída sem acordo é uma saída quase caótica"

Marcelo Rebelo de Sousa apela à importância de uma saída do Reino Unido feita de forma acautelada. Conselho de Estado sobre o tema será realizado amanhã, quinta-feira, com a participação do negociador-chefe da União Europeia para o Brexit.

"Tudo o que seja uma saída sem acordo é uma saída quase caótica"
Notícias ao Minuto

19:01 - 16/01/19 por Anabela de Sousa Dantas 

País Presidente República

O Presidente da República apela à ponderação nas negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia, sublinhando que um processo feito sem acordo terá consequências não só para ambas as partes como a nível mais alargado.

"Tudo o que possa ser feito para que os vínculos entre nós sejam os mais fortes possível, é essencial", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, esta quarta-feira, aos jornalistas, recordando as várias interdependências entre a União Europeia e o Reino Unido, como ao nível da ciência, da agricultura ou das comunicações, por exemplo.

"Tudo o que seja uma saída sem acordo é uma saída quase caótica e de consequências muito negativas para as duas partes, e com repercussão a nível mais amplo, económico e financeiro internacional", completou o chefe de Estado.

Marcelo sublinha, paralelamente, que é importante que "sejam garantidos os direitos dos britânicos em Portugal e, por isso, também dos portugueses no Reino Unido".

"É um tema que há muito me preocupa, por isso convoquei um Conselho de Estado para amanhã há algum tempo, convidando o negociador Michel Barnier numa altura em que não se sabia ainda o resultado desta votação, para que ele viesse explicar como tinha sido até agora e como poderá vir a ser depois da decisão do parlamento britânico", acrescentou.

O chefe de Estado adianta, porém, que a posição do negociador-chefe da União Europeia para o Brexit é "a de disponibilidade para explorar todas as hipóteses dentro da posição que é a posição da União Europeia", ou seja, "que facilita a adesão do Reino Unido a um acordo e que portanto impeça uma saída desordenada, sem regras e com custos elevadíssimos para uns e para outros".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório