Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2019
Tempo
MIN 9º MÁX 9º

Edição

Missão dos militares portugueses na RCA é "difícil", diz Ministro

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, considerou hoje "extremamente preocupante" a situação na República Centro-Africana, sublinhando que a missão dos militares portugueses é difícil, mas que está a "fazer a diferença" no terreno.

Missão dos militares portugueses na RCA é "difícil", diz Ministro
Notícias ao Minuto

14:29 - 14/01/19 por Lusa

País Gomes Cravinho

"É uma situação extremamente preocupante, é uma missão difícil de médio e longo prazo, e aquilo que eu posso dizer é que as Forças Armadas portuguesas, particularmente a unidade de paraquedistas que lá está neste momento, está a fazer a diferença", afirmou.

João Gomes Cravinho, que falava aos jornalistas à margem das cerimónias militares e militarizadas das comemorações dos 360 anos da Batalha das Linhas de Elvas, disse que as Forças Armadas estão a desempenhar de "maneira única" uma missão humanitária e de paz naquele território.

"A força portuguesa está a desempenhar as missões mais difíceis e está a fazê-lo com êxito total", sublinhou.

"Acompanho de forma quotidiana a situação na República Centro-Africana e, sobretudo, a situação do nosso contingente", acrescentou.

Os militares portugueses estiveram no dia 10 deste mês, durante cerca de cinco horas, envolvidos em combate em Bambari, cidade a 400 quilómetros da capital, Bangui.

Estes militares, que integram a missão da Organização das Nações Unidas (ONU) no país, estiveram em combate direto com elementos do grupo armado ex-Seleka UPC (União para a Paz na República Centro-Africana), com o objetivo de proteger civis e restabelecer a paz.

No decorrer do encontro com os jornalistas em Elvas, o ministro da Defesa Nacional considerou ainda "insuficiente" o número de mulheres que frequentam a Academia Militar (10% dos alunos são mulheres), prometendo trabalhar para que essa situação seja alterada no futuro.

"A adaptação constante que as Forças Armadas fazem à evolução do mundo exige, hoje em dia, um reforço do número de mulheres nas Forças Armadas", considerou.

As comemorações dos 360 anos da Batalha das Linhas de Elvas ficaram marcadas pela entrega da medalha de ouro do concelho ao Exército Português, no decorrer das cerimónias militares e militarizadas.

Apontada como uma das mais importantes da Guerra da Restauração, a Batalha das Linhas de Elvas ocorreu a 14 de janeiro de 1659, nos arredores da cidade raiana de Elvas.

A batalha foi considerada a primeira grande vitória militar dos portugueses sobre os castelhanos na Restauração de Portugal.

Em Elvas assinala-se hoje o feriado municipal, por ser o dia em que ocorreu a batalha, estando ainda anunciado para assinalar esta efeméride um concerto pela Orquestra Ligeira do Exército, às 21:30, no cineteatro municipal.

O programa comemorativo, organizado pela Câmara Municipal de Elvas, decorre até ao dia 26 deste mês, incluindo várias iniciativas, sobretudo de âmbito cultural e desportivo.

A 27.ª edição da prova de atletismo "Corrida das Linhas de Elvas" está agendada para domingo, às 11:00.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório