Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Costa respeita decisões regionais sobre professores mas não fará o mesmo

O primeiro-ministro disse hoje que respeita a autonomia regional e não levantará qualquer questão de inconstitucionalidade sobre a solução para a contagem do tempo de serviço dos professores nas ilhas, mas rejeitou aplicar o mesmo sistema.

Costa respeita decisões regionais sobre professores mas não fará o mesmo
Notícias ao Minuto

12:13 - 11/01/19 por Lusa

País Debate quinzenal

"Respeito a autonomia regional mas a autonomia regional não significa que a República passe a ser governada pelos governos das regiões autónomas", declarou, após questionado pela deputada do PEV Heloísa Apolónia, no debate quinzenal no parlamento.

A deputada instou António Costa sobre quando retomará as negociações com os professores a propósito da contagem do tempo de serviço, após o veto ao diploma do Governo, e "o que pensa" sobre a solução encontrada nas regiões autónomas, onde "será contado integralmente".

"Ou considera que os professores do continente são professores de segunda?", perguntou Heloísa Apolónia.

Na resposta, António Costa acrescentou ter ouvido dizer que "há juristas ilustres como o dr. Marques Mendes [ex-líder do PSD e comentador político] que consideram inconstitucional o que a Madeira e os Açores fizeram".

"Não vou entrar nessa discussão, isso é um tema para juristas, não vou suscitar qualquer tipo de inconstitucionalidade, respeito a autonomia", disse.

Quanto às negociações com os sindicatos dos professores, António Costa disse que o Governo irá negociar "com a mesma boa-fé" e "aguardando que da parte dos sindicatos haja a abertura que existiu da parte do Governo".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório