Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Marcelo já esteve com Bolsonaro. Foi uma "reunião entre irmãos"

Um dia após a tomada de posse, como 38.º presidente brasileiro, Jair Bolsonaro recebeu o Presidente português Marcelo Rebelo de Sousa. Na reunião, houve um "leque de temas bilaterais e multilaterais" em discussão.

Marcelo já esteve com Bolsonaro. Foi uma "reunião entre irmãos"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi recebido esta quarta-feira pelo Presidente do Brasil, em Brasília, um dia depois da tomada de posse de Jair Bolsonaro.

Tratou-se de um encontro “positivo”, embora “rápido”, descreveu Marcelo aos jornalistas. “Como eu disse e como disse o Presidente Bolsonaro, era uma reunião entre irmãos e entre irmãos o que há a dizer se diz rápido, como se diz em família”, atirou, referindo-se à existência de uma “empatia natural entre povos que facilita fazer passar a mensagem”.

No plano da substância, explicou o chefe de Estado português, “naturalmente havia pontos que teriam de ser tratados”, designadamente “a comunidade brasileira em Portugal, que está crescendo”. “Teoricamente são 100 mil em dez milhões, mas na prática são bem mais, o que é uma percentagem muito significativa e muito transversal, economicamente, etariamente e socialmente”, caracterizou.

O outro ponto abordado por Marcelo e Bolsonaro foi a comunidade portuguesa no Brasil, que é de gerações muito diferentes” e onde se inclui “uma comunidade nova estudante, de intelectuais, cientistas, empresários”, disse Marcelo, deixando soltar o seu sotaque do português do Brasil.

Outro dos temas abordados foi cooperação económica biltateral, “que já existe em domínios como o digital, as novas tecnologias, a energia, incluindo as renováveis”. Em cima da mesa esteve ainda o desenvolvimento do turismo e comércio bilateral, a importância do Brasil na CPLP – afinal, “não há CPLP forte, sem uma aposta forte do Brasil”, observou. No encontro, os dois Presidentes falaram ainda da relação UE-Mercosul e “da importância de fechar esse acordo”.

Em resumo, concluiu o Presidente Marcelo, foi abordado “um leque de temas bilaterais e multilaterais”, num encontro que “foi tão positivo quanto rápido”.

Visita de Bolsonaro lá para "o final do ano, início de 2020"

O anúncio foi feito hoje pelo chefe de Estado português, no Palácio do Planalto, em Brasília. Em declarações aos jornalistas, no final de um encontro com o novo Presidente do Brasil, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que ficou de ser acertada a nível dos ministérios dos Negócios Estrangeiros "entre o final de 2019, mas provavelmente princípio de 2020, uma eventual ida do Presidente Bolsonaro a Portugal".

Questionado sobre se neste encontro convidou Jair Bolsonaro para visitar Portugal, o chefe de Estado português começou por referir que "o calendário do Presidente Bolsonaro é muito ocupado" e que "há um calendário muito ocupado em Portugal durante boa parte deste ano", em que haverá três atos eleitorais: europeias, legislativas e eleições na Madeira.

Por isso, adiantou, "ficaram os chanceleres - em terminologia portuguesa, ministros dos Negócios Estrangeiros - de ajustar entre o final de 2019, mas provavelmente princípio de 2020 uma eventual ida do Presidente Bolsonaro a Portugal".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório