Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Dois detidos por alegado homicídio de jovem em Viana interrogados

Os dois homens detidos pelo alegado homicídio de um jovem de 22 anos, ocorrido na segunda-feira, em Areosa, Viana do Castelo, começaram hoje a ser interrogados no tribunal.

Dois detidos por alegado homicídio de jovem em Viana interrogados
Notícias ao Minuto

12:28 - 13/12/18 por Lusa

País processo

Segundo o funcionário judicial e delegado do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) Nuno Vieira, "o interrogatório aos dois suspeitos estava previsto para as 10:00, mas foi adiado até ao final do protesto convocado para o período da manhã", que terminou às 11:00.

Fonte da Polícia Judiciária (PJ) de Braga, contactada hoje pela agência Lusa, informou que a detenção dos dois homens ocorreu na quarta-feira.

O jovem de 22 anos foi esfaqueado nas costas, na segunda-feira, cerca das 18:09, na travessa do Pico, em Areosa. Ainda foi transportado ao hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, em estado grave, acabando por morrer naquela unidade hospitalar.

Na noite de segunda-feira, a GNR de Viana do Castelo informou ter identificado em Campos, no concelho de Vila Nova de Cerveira, dois homens, presumíveis autores do homicídio do jovem, pescador profissão, pai de duas crianças.

Na altura, fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou à Lusa que "aquela diligência foi realizada a pedido da PSP local, primeira força policial a tomar conta da ocorrência, com base em testemunhos recolhidos no local que referiam a presença de uma viatura que abandonou aquela zona após o crime".

A fonte da GNR referiu que a "viatura foi intercetada na freguesia de Campos, em Vila Nova de Cerveira, tendo sido identificados dois ocupantes".

O alerta para uma agressão com arma branca foi dado cerca das 18:09. A PJ de Braga foi chamada a investigar o caso, cerca das 19:10.

Segundo o delegado sindical, o interrogatório judicial começou com "mais de uma hora de atraso" devido à greve dos funcionários judiciais.

O protesto decorreu entre as "09:00 e as 11:00 e registou uma adesão de 100% no tribunal judicial de Viana do Castelo", acrescentou Nuno Vieira.

Nuno Vieira adiantou que "aquela diligência não deverá ficar concluída hoje, porque os oficiais de justiça voltam a parar entre as 12:30 e as 13:30 e entre as 16:00 e as 17:00".

Segundo aquele responsável, "hoje, só durante a manhã, foram anuladas cerca de uma dezena de diligências que serão agora remarcadas para nova data".

O funeral do jovem pescador realizou-se na quarta-feira, no cemitério municipal de Viana do Castelo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório