Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 13º

Edição

Declarações do ministro sobre bombeiros são "arrogância do Governo"

No fim de semana marcada pelo protesto dos bombeiros para com a reforma que o Governo pretende levar a cabo na estrutura da Proteção Civil, Luís Marques Mendes acusou o ministro de proferir declarações de tom arrogante.

Declarações do ministro sobre bombeiros são "arrogância do Governo"
Notícias ao Minuto

23:02 - 09/12/18 por Patrícia Martins Carvalho 

País Marques Mendes

Os bombeiros estão em protesto, recusando transmitir informações ao comandos distritais da Proteção Civil, por discordarem da forma como o Governo pretende reformar a estrutura da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Para Luís Marques Mendes, os soldados da paz “queixam-se que estão a ser desvalorizados e a ser remetidos para um papel segurança” e a verdade, sublinhou, é que “estão”.

Quanto às declarações do ministro da Administração Interna que, este domingo, acusou os bombeiros de “irresponsabilidade” e de colocarem em causa o socorro à população com esta decisão, o comentador da SIC considerou que Eduardo Cabrita não devia ter dito o que disse.

“É mais um sinal de arrogância por parte do Governo. Os bombeiros tiveram uma reação dura, mas é uma estratégia sindical. Agora, o Executivo falar em irresponsáveis é uma linguagem de arrogância e isso não fica bem”, disse Marques Mendes elogiando a posição do Presidente da República que, também este domingo, veio pedir cautela nas declarações públicas feitas a este respeito.

Nesta senda, Luís Marques Mendes consentiu que os “bombeiros precisam da ajuda do Estado”, mas sublinhou que o “Estado precisa e muito da coragem, da dedicação e da generosidade dos bombeiros”.

Para rematar, o antigo líder do PSD referiu que, “em vez de arrogância, o Governo devia ter um bocadinho mais de humildade”, caso contrário, explicou, vai ter “dois problemas”.

“O Presidente da República pode vetar o diploma e se [o documento] for à Assembleia da República não vai ter a maioria para passar, como já se percebeu pelas declarações sensatas de Jerónimo de Sousa”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório