Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 15º

Edição

ANIMAIS AVENTUREIROS: Simão, o beagle lisboeta

Parceria com a Sociedade Protectora dos Animais

No barulho de Lisboa, entre elétricos e tuc tucs, desde os monumentos mais representativos até os recantos mais especiais, encontramos o nosso protagonista, um guia da cidade com quatro patas e com experiência nas redes sociais.

ANIMAIS AVENTUREIROS: Simão, o beagle lisboeta

"O Simão é um beagle lisboeta que, acompanhado pela sua família, percorre as ruas como um turista, mostrando as suas aventuras através de fotografías que bem podiam converter-se em cartões postais.

Este cão alegre, simpático e ternurento, de um ano, chegou às vidas de V. e B., um casal de médicos portugueses, e dos seus filhos de 12 e 8 anos, no passado 3 de janeiro.

Apesar de ser V. a principal responsável pelo Simão, todos colaboram nas actividades com ele relacionadas, nomeadamente alimentação, passeios e brincadeiras.

Para um cão o exercício físico é muito importante, e as crianças estão sempre bem dispostas para passear ao seu amigo Simão e esquecer por um momento a televisão e o computador. Com a ideia de transmitir aos filhos não só o gosto pela cidade, mas também a cultura lisboeta e do país, V. e B. visitam monumentos, locais históricos, praças, ruas, jardins e todos os locais fantásticos que Lisboa tem para oferecer.

Fotografam o Simão e explicam às crianças o que estão a ver, ensinando-lhes dados históricos como data, propósito, contexto de construção e alguns outros factos interessantes. Assim, transformam a experiência num ato cultural e formativo, com fotografias e informações publicadas no Instagram do proprio Simão.

Notícias ao MinutoSimão, o beagle lisboeta© Fotografia cedida por V., tutora do Simão

Os locais preferidos do Simão e das crianças são o Jardim de Campo Grande e o da Estrela, mas ainda há muitos lugares por visitar em Lisboa. Esta família pretende explorar em breve Cascais, Sintra e Ericeira, optando sempre pelo carro, pois viajar com animais em transporte público ainda é um problema, e o cão terá de ir numa caixa transportadora.

Embora ainda haja lugares onde a entrada de animais não é permitida, como é o caso dos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, ou as praias em época balnear, felizmente Lisboa é uma cidade cheia de cafés e restaurantes com esplanadas, possibilitando ao Simão e à família fazer refeições no exterior.

A experiência deste beagle sempre pronto a dar mimos e lambidelas deixa claro que um cão pode fazer parte de uma família e participar de suas atividades, até se tornar protagonista."

Sara Ibáñez

Sociedade Protectora dos Animais

Parceria com a
Sociedade protectora dos animais
Siga-os nas redes sociais!

Siga-os no Facebook Siga-os no Instagram

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório