Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Ministério do Ambiente propôs há quatro anos o encerramento da EN255

O Ministério tutelado por João Pedro Matos Fernandes terá proposto o "encerramento total" da estrada que esta segunda-feira desabou. No local, onde à hora de almoço esteve o Presidente da República, as operações prosseguem, tendo já sido retirado do poço da pedreira o corpo de um dos trabalhadores.

Ministério do Ambiente propôs há quatro anos o encerramento da EN255
Notícias ao Minuto

14:27 - 20/11/18 por Filipa Matias Pereira com Ana Lemos 

País "Encerramento total"

O Ministério do Ambiente já tinha proposto, há quatro anos, o "encerramento total" da EN255, em Borba, onde ocorreu o deslizamento de terras e que provocou, pelo menos, dois mortos. 

A informação é avançada pela SIC Notícias, que dá ainda conta de que um grupo de investigadores nas áreas do Património, História, Arqueologia e Sociologia já tinha detetado o mau estado do talude que ruiu esta segunda-feira.

Esse grupo de trabalho registou imagens há um mês, que demonstram a insegurança daquela zona, garante ainda a estação de Carnaxide. 

Recorde-se que, de acordo com dados oficiais, como confirmado na manhã desta terça-feira por José Ribeiro, Comandante Distrital da Proteção Civil de Évora, o número de desaparecidos é ainda indeterminado. 

Nas operações de resgate das vítimas já confirmadas serão utilizadas, dada a gravidade da situação, uma grua, máquinas giratórias e motobombas de grande capacidade para drenar a água do poço. Recorde-se ainda que as operações em Borba poderão durar dias ou até mesmo semanas. Face à complexidade da situação, as operações são muito "morosas", garantiu a mesma fonte. 

Na zona onde ocorreu o aluimento mais significativo, as equipas de socorro irão utilizar equipamento de deteção para analisar o "local onde está a viatura ou as viaturas. Cada ação tem de ser muito bem coordenada para garantir a segurança dos 59 operacionais que estão no local". 

Já o presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo, que garantiu hoje que "nunca na vida" foi informado da alegada perigosidade da estrada junto às pedreiras - argumentando que empresários do setor queriam cortar a via, mas para ampliar a extração de mármore - apela a que as atenções estejam centradas na recuperação dos corpos, para que tenham o funeral "que merecem". 

A este propósito, ao início da tarde de hoje, as autoridades confirmaram que retiraram dos escombros o corpo de um dos trabalhadores da pedreira. As autoridades acreditam que dentro de poucas horas vão conseguir retirar o corpo do outro trabalhador. Estas vítimas são, para já, as únicas confirmadas e aquando do desabamento do troço da EN255 estariam a manobrar uma retroescavadora.

Em ação está também já o Ministério Público que abriu um inquérito para apurar as "circunstâncias que rodearam" o desabamento da Estrada Nacional 255, que liga Borba a Vila Viçosa, confirmou ao Notícias ao Minuto a Procuradoria-Geral da República. 

Presidente Marcelo fez visita 'visita relâmpago' ao local

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez ao final da manhã uma 'visita relâmpago' ao local onde ocorreu um deslizamento de terras para dentro de uma pedreira, em Borba, mas não prestou quaisquer declarações aos jornalistas.

O chefe de Estado chegou ao local pelas 13h33, tendo saído um quarto de hora depois apenas acenando aos jornalistas. Fontes locais contaram à agência Lusa que Marcelo Rebelo de Sousa visitou o "teatro de operações" na pedreira e o posto de comando e regressou a Lisboa, onde mais tarde acabou por fazer declarações sobre o acidente.

No Palácio de Belém, em Lisboa, o chefe de Estado quis deixar uma mensagem de apoio aos meios no local, aproveitando para pedir "paciência" aos que exigem a atribuição de culpas pelo acidente.

"Apresento as minha solidariedade e condolências aos familiares das vítimas e apoio aquilo que os meios no local têm feito. Peço ainda paciência aqueles que querem encontrar uma resposta mais rápida que o bom senso obriga", disse.

[Notícia atualizada às 16h48]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório