Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Defesa avalia com Forças Armadas "melhorias" na segurança de Tancos

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, afirmou hoje que está a verificar com os três ramos das Forças Armadas os aperfeiçoamentos e melhorias feitas visando o reforço da segurança, na sequência do furto de Tancos.

Defesa avalia com Forças Armadas "melhorias"  na segurança de Tancos
Notícias ao Minuto

20:29 - 09/11/18 por Lusa

País Tancos

"Estamos a fazer os trabalhos necessários nos três ramos e no devido momento daremos a conhecer à comunicação social as melhorias que foram feitas, as respostas necessárias àquilo que se passou", afirmou João Gomes Cravinho, que tomou posse do cargo no dia 15 de outubro.

Questionado sobre se a avaliação se centra no reforço da segurança das instalações, na sequência do furto de Tancos, João Gomes Cravinho precisou que o trabalho em curso com os ramos visa a "verificação de todos os procedimentos e ao aperfeiçoamento no caso em que é necessário esse aperfeiçoamento".

O ministro da Defesa Nacional falava aos jornalistas no final da cerimónia que marcou a abertura do ano letivo 2018/2019 na Escola Naval, em Almada.

O furto de material militar dos paióis de Tancos foi divulgado pelo Exército em 29 de junho de 2017. Três meses e meio depois, em 18 de outubro, a Polícia Judiciária Militar (PJM) anunciou a recuperação da maior parte do material de guerra, numa operação que está a ser investigada judicialmente, havendo nove arguidos.

Depois da desativação dos paióis nacionais de Tancos, determinada pelo anterior CEME, Rovisco Duarte, o material de guerra do Exército foi transferido para os paióis do ramo localizados em Santa Margarida e da Marinha (Marco do Grilo).

Quanto à auditoria à Polícia Judiciária Militar determinada pelo seu antecessor, Azeredo Lopes, o novo ministro disse que não tem "um prazo imediato" para conclusão, sublinhando que "o importante é que os trabalhos sejam bem feitos".

Sobre a auditoria à PJM, o ministro da Defesa Nacional já tinha afirmado que esperava os resultados até ao final do ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório