Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 12º

Edição

Grávida agredida no Funchal alega queda acidental

Vídeo mostra mulher ensanguentada sentada no meio da rua e homem a fugir do local.

Grávida agredida no Funchal alega queda acidental
Notícias ao Minuto

21:12 - 08/11/18 por Natacha Nunes Costa 

País Madeira

Uma mulher grávida de oito meses foi agredida no final da noite de quarta-feira, na cidade do Funchal, na ilha da Madeira, alegadamente, pelo companheiro.

Um vídeo colocado nas redes sociais, mostra o momento em que a mulher, num prato no meio da rua e com a camisola ensanguentada, é salva e o homem foge.

Avança agora o Diário de Notícias da Madeira que a mulher, que tem 25 anos e é natural do Leste Europeu, alegou, no momento em que deu entrada no serviço de urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça, que os ferimentos sofridos resultaram de uma queda acidental e não de uma agressão.

Ainda de acordo com este jornal, por ter apresentado esta versão, o caso não consta nos registos criminais da PSP. Contudo, o vídeo, entretanto partilhado no Facebook por Fábio Pereira, levaram o Comando Regional da PSP a abrir um inquérito por violência doméstica, visto que, os maus-tratos em contexto de violência doméstica é um crime de natureza pública, logo não carece da apresentação de queixa da vítima para que seja investigado.

Segundo a PSP, o homem que aparece nas imagens já está indiciado, apesar de ainda não ter sido formalmente identificado. A grávida foi submetida a análises e exames que mostraram estar tudo bem com o feto. A mulher teve alta ainda durante a madrugada de quinta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório