Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Estrangeiros escolhem Portugal para adoptarem filhos

O número de adopções portuguesas por parte de estrangeiros está aumentar, em média, todos os meses duas crianças são encaminhadas para o estrangeiro, publica o Diário de Notícias.

Estrangeiros escolhem Portugal para adoptarem filhos

Segundo a publicação do Diário de Notícias (DN), em média, duas crianças são adoptadas por estrangeiros, sendo que quase metade, 35, das cerca de 80 adopções feitas desde 2003, aconteceram nestes últimos dois anos.

Segundo dados do Instituto de Segurança Social, no ano passado 21 crianças foram adoptadas por famílias residentes em países como França, Itália, Bélgica, Países Baixos, Espanha e Suiça.

A maior dosponibilidade financeira das famílias estrangeiras e os apoios disponibilizados por outros paises, por exemplo, no que diz respeito a filhos com deficiência, são dos principais motivos para o crescente número destas adopções.

Segundo noticia o DN, os casais em causa foram recrutados e seleccionados nos seus países de origem e depois aceites pelas autoridades portuguesas. Este processo corre depois nos tribunais portugueses e estrageiros e resulta na cooperação entre as autoridades centrais de dois países.

Apesar de haver muitos candidatos nacionais, em 2012 encontravam-se 487 crianças em espera.

“As crianças que nós temos não são as que os nossos candidatos desejam. Têm problemas de saúde e quase sempre mais de sete anos”, afirmou Ana Rita Alfaiate, do Observatório Permanente da Adopção.

A especialista em assuntos da família sublinha que, apesar de muitos casais candidatos se queixarem de estar anos em lista de espera, “é preciso perceber que a adopção internacional não lhes está a ‘retirar’ oportunidades”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório