Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Duas mortes na noite de passagem de Leslie. GNR e INEM divergem

Idoso de 81 anos terá sido projetado pela força do vento em Pampilhosa da Serra, uma morte que a GNR atribui à passagem da tempestade. INEM diz que não há vítimas mortais relacionadas com a tempestade. Há ainda a registar a morte de um homem de 73 anos em Montemor-o-Velho devido a "causas naturais".

Duas mortes na noite de passagem de Leslie. GNR e INEM divergem
Notícias ao Minuto

17:18 - 14/10/18 por Pedro Bastos Reis 

País GNR

Duas pessoas morreram na noite em que a tempestade Leslie passou por Portugal Continental. A GNR afirma que uma delas está relacionada com a passagem da tempestade, ao passo que o INEM esclarece que não se registou nenhuma vítima mortal relacionada com o Leslie.

Em Pampilhosa da Serra, um idoso, 81 anos, morreu quando estava a sair de uma associação, por volta das 23h00, rumo a casa, quando, ao que tudo indica, terá sido projetado pelo vento, batendo com a cabeça, o que lhe causou morte imediata, confirmou fonte do Comando da GNR de Coimbra ao Notícias ao Minuto. 

Algum tempo depois, o INEM veio esclarecer que esta morte não está relacionada com a passagem da tempestade. Em declarações à Lusa, Bruno Borges, coordenador da Sala de Situação Nacional ativada pelo INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), referiu que o idoso morreu de doença súbita, "aparentemente em paragem cardiorrespiratória", e "sem sinais de trauma", uma versão que contradiz a veiculada pela GNR de Coimbra.

Contactado pelo Notícias ao Minuto, o Comando Geral da GNR, com sede em Lisboa, mantém a versão da delegação de Coimbra e sublinha que a passagem da tempestade Leslie é "a causa provável" da morte do idoso de 81 anos. 

O Notícias ao Minuto tentou contactar o INEM mas até ao momento ainda não foi possível obter reação.

Por outro lado, GNR e INEM parecem estar de acordo relativamente à morte de um idoso de 73 anos em Montemor-o-Velho. Numa fase inicial, fonte da autarquia da localidade referiu que o homem tinha morrido devido às consequências da passagem do Leslie. No entanto, em declarações ao Notícias ao Minuto, fonte de GNR de Coimbra negou que a morte do idoso esteja relacionada com o mau tempo. De acordo com esta força da autoridade, esse óbito aconteceu devido a causas naturais. Esta versão foi confirmada pelo INEM, assim como pelo Comando Geral da GNR.

Durante a noite, a Autoridade Nacional de Proteção Civil, nos distritos afetados, mobilizou mais de oito mil operacionais para responder a cerca de 2.500 ocorrências, a maior parte delas devido a queda de árvores e estruturas ou a deslizamento de terras. 

Em Coimbra, o distrito mais afetado pela passagem da tempestade Leslie, prosseguem as operações de rescaldo e de limpeza. Apesar de o pior já ter passado, a GNR aconselha o máximo de precaução. "Apesar das vias não estarem obstruídas, há muitos detritos nas ruas", alertam as autoridades.

Durante este domingo, está prevista a visita do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, a Montemor-o-Velo, Figueira da Foz e Soure. 

[Notícia atualizada às 17h19]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório