Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2018
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 12º

Edição

Há anos que não havia tantos universitários emigrantes e lusodescendentes

Os dados foram revelados, esta terça-feira, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Há anos que não havia tantos universitários emigrantes e lusodescendentes
Notícias ao Minuto

18:17 - 18/09/18 por Patrícia Martins Carvalho 

País Ministério

O Concurso Nacional de Acesso (CNA) 2018 à universidade por emigrantes portugueses ou familiares destes registou, este ano, o número mais elevado de candidatos, de colocados e de taxa de ocupação das vagas disponíveis desde 2001.

“Pela primeira vez desde 2011 todos os candidatos emigrantes portugueses que se candidataram ao ensino superior foram colocados” através do chamado Contingente Especial para Candidatos Emigrantes Portugueses e Familiares que com eles residam.

Os dados divulgados esta terça-feira pela tutela mostram que todos os 324 candidatos foram colocados, o que se traduz numa quase duplicação dos valores desde 2015.

A tutela revela ainda que são as áreas das Engenharias, TIC, Saúde e Direito as mais procuradas, sendo a Universidade do Porto (81), a de Lisboa (57) e a Universidade Nova de Lisboa (39) as que mais candidatos receberam.

Quanto aos países que tiveram mais de dez alunos colocados pelo Contingente Especial, destaque para França (67), Brasil (47) e Venezuela (42), com estes dois últimos a verem duplicar o número de colocados comparativamente ao ano passado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório