Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Ministério da Educação: "Secretário de Estado não é diretor na OCDE"

Tutela reagiu a notícias que surgem hoje na imprensa.

Ministério da Educação: "Secretário de Estado não é diretor na OCDE"
Notícias ao Minuto

11:00 - 15/09/18 por Pedro Filipe Pina 

País Esclarecimento

O ministério da Educação emitiu este sábado uma nota de esclarecimento relativamente ao tema que é hoje destaque na edição do semanário Sol.

O jornal titula hoje que "Secretário de Estado é diretor na OCDE" numa referência a João Costa (no lado direito da imagem), que tutela a secretaria de Estado da Educação. A informação surge numa semana em que um relatório da OCDE sobre salários de professores esteve em destaque.

Em nota de esclarecimento enviada às redações, o ministério da Educação refere que o Sol "publica hoje uma notícia com informações falsas e insinuações, associando o secretário de Estado da Educação, João Costa, aos dados do 'Education at a Glance' que geraram polémica esta semana a propósito da remuneração dos professores".

Afirma a tutela que "o secretário de Estado não é diretor na OCDE" e que "o secretário de Estado não é responsável por qualquer gabinete da OCDE, não dirige o trabalho especializado de peritos, nem toma decisões sobre estudos de avaliação de políticas".

Ao invés, lê-se na mesma reação do ministério da Educação, "o secretário de Estado preside ao órgão que junta os decisores políticos e técnicos do TALIS - Teacher and Learning International Survey. Este órgão é constituído por representantes dos ministérios de 45 países".

Diz ainda o ministério que "o Education at a Glance é um relatório anual que não é produzido pelo TALIS, pelo que a tentativa de associação do secretário de Estado da Educação a este estudo não tem qualquer fundo de verdade, como comprovam os factos enunciados e pode ser constatado com a leitura do relatório".

"Além disso", acrescenta-se ainda, "o TALIS não é um relatório sobre carreiras e salários. O TALIS é um inquérito respondido diretamente por professores e diretores sobre condições para o exercício da profissão docente (...). Ao contrário do que é afirmado, o Ministério da Educação deu nota pública da eleição do secretário de Estado para a presidência do TALIS em 6 julho de 2017", pode ler-se.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório